como desintoxicar o corpo: capa

A maioria dos alimentos passa por uma longa jornada até chegar ao nosso prato — e nem todos esses caminhos são benéficos à saúde. Muitas são tratados com agrotóxicos, sofrem modificação genética ou, ainda, contaminam-se com metais pesados. Devido a isso, o excesso de toxinas vai se acumulando no organismo, podendo gerar algumas complicações, e exigindo ajuda extra para o corpo realizar o detox.

Problemas, como disfunção sexual, cansaço, falta de concentração e dor de cabeça são alguns dos distúrbios que podem aparecer. Pensando nisso, separamos cinco sintomas decorrentes das toxinas no seu corpo e cinco dicas de como desintoxicar o organismo. Se você quer mais saúde, não deixe de ler!

Quais são os principais sintomas de intoxicação do corpo?

Será que alguma vez você já passou mal pelas toxinas ruins acumuladas no corpo, mas não sabia, ao certo, o que estava acontecendo? Ou, ainda, apresentou alguns sintomas de intoxicação, mas não sabia que eles eram resultados das toxinas?

Veja abaixo quais são os principais sintomas:

1. Fadiga constante

Se mesmo dormindo bem você “luta” para passar o dia acordado, isso pode ser um sinal de que seu corpo está trabalhando demais para se livrar de todas as toxinas que você está ingerindo. Se sua resposta para a pergunta: “como você lida com o cansaço?” é “bebendo café e comendo alguns doces”, você pode apostar que o problema é bem maior. 

toxinas : fadiga

Além de tudo dito anteriormente, essa fadiga constante pode ser também uma resposta frente às alterações hormonais e à queda do sistema imunológico — resultante da má alimentação.

2. Estranho ganho de peso

Nem sempre é fácil perder peso, não é mesmo? Mas se você está se exercitando diariamente, cortando calorias e, ainda assim, está ganhando peso, cuidado! Isso pode ser um sintoma de problema hormonal decorrente do excesso de toxinas no corpo. Nossa função hormonal natural pode ser muito afetada pelas toxinas nos alimentos, levando a um estranho ganho de peso.

3. Mau hálito

O mau hálito está relacionado diretamente ao convívio social. Se você escova os dentes criteriosamente, utiliza o fio dental, faz uso de enxaguantes bucais e, ainda assim, tem mau hálito, você pode estar com problemas hepáticos.

Este sintoma está, muitas vezes, relacionado a problemas digestivos, mas também pode significar que seu fígado está lutando para se livrar das toxinas.

4. Constipação

O intestino é um órgão que faz parte da eliminação de toxinas. Quando estamos constipados, armazenamos todas elas, permitindo que afetem negativamente o nosso organismo. Além do desconforto constante, a constipação pode gerar dores musculares, de cabeça, de estômago e cansaço. Se você está consumindo grande quantidade de alimentos processados, cheios de produtos químicos, pare agora, pois você está contribuindo diretamente para seu mal-estar.



5. Reações cutâneas

Muitos pensam que problemas de pele não têm a ver com alimentação. Porém, acne, erupções cutâneas, reações alérgicas e outras condições relacionadas a esse maior órgão do corpo, podem sinalizar uma sobrecarga tóxica. Além disso, olhos inchados, áreas avermelhadas com coceira, pequenas rachaduras e surtos de psoríase podem ser sinais de que você acabou de atingir seu limite tóxico e deve modificar alguns hábitos a fim de restituir sua saúde.

Como desintoxicar o organismo?

Acredite, estamos expostos às toxinas presentes em nossa comida todos os dias, seja tomando água ou respirando o ar. E, por mais que nosso corpo possua um sistema de desintoxicação eficiente, muitas vezes, ele não consegue dar conta do recado sozinho.

Abaixo listamos algumas dicas simples que podem ajudar no processo de como desintoxicar o organismo e dar um “up” na sua saúde e, consequentemente, em sua qualidade de vida. Confira:

1. Minimize sua exposição ao mercúrio

Os peixes são uma adição nutritiva em qualquer dieta, no entanto, certos tipos contêm níveis mais elevados de mercúrio e devem ter seu consumo limitado. São, geralmente, as espécies maiores e de vida mais longa, que estão no topo da cadeia alimentar, como o peixe-espada e o peixe-gato. 

2. Evite cozinhar e armazenar os alimentos em recipientes plásticos

Os recipientes plásticos feitos de bisfenol-A (BPA), como pequenos potes, utensílios de microondas, mamadeiras e garrafas de água, por exemplo, podem aumentar o risco de certos tipos de câncer, distúrbios hormonais e reprodutivos. Opte sempre pelos de vidro, pois estes não contêm toxinas!

3. Fique longe de produtos que contenham adoçantes artificiais

Os adoçantes artificiais estão escondidos na maioria dos produtos sem açúcar, incluindo refrigerantes, iogurtes, chicletes, cereais, bolos, biscoitos e até sorvetes. O grande problema deles é que são prejudiciais à saúde e geram grandes problemas. Procure por opções naturais, como stévia e xilitol.

4. Coma produtos orgânicos

Tente sempre comer produtos orgânicos ou, se você só consegue comprar alguns deles na sua rotina, escolha aqueles que, se não fossem orgânicos, teriam mais resíduos de agrotóxicos. São exemplos:

toxinas : alimentos orgânicos
  • berrys (mirtilos, amoras, framboesas);
  • uvas;
  • pêssegos;
  • morangos;
  • cerejas;
  • maçãs;
  • aipo;
  • pepinos;
  • cenouras;
  • tomates.

 

Uma boa dica é comprar esses alimentos direto com o produtor. Além de ter uma comida muito mais saudável, você incentiva o trabalho local.

5. Invista nos superalimentos

Os superalimentos são altamente nutritivos e possuem propriedades impressionantes para a promoção da saúde. Eles ajudam a remover as toxinas, auxiliando o funcionamento do fígado e contribuindo para a conquista de saúde. 

Uma boa dica desses superalimentos são as microalgas. A chlorella, por exemplo, possui clorofila na composição, substância que ajuda o corpo a eliminar substâncias tóxicas, como metais pesados que estamos expostos diariamente.

Você se acha — ou achava — saudável? Antes de responder — alguns dos sintomas abaixo está presente frequentemente no seu dia a dia?

  • não se sente com energia para realizar atividades;
  • se percebe muito irritado grande parte do tempo;
  • convive com dores de cabeça e/ou estômago sem entender o porquê.

Sim? Bom, agora você entendeu que isso pode ser resultado das diversas toxinas no corpo. O legal é que agora você já sabe como desintoxicar o organismo corretamente! 

Esperamos que este artigo tenha te mostrado o quão prejudicial pode ser uma dieta “pobre” e desequilibrada, e esperamos ter te motivado a mudar hábitos ruins e adotar um estilo de vida muito mais saudável.

Gostou?

Para você que leu até o final, preparamos um presente especial: um cupom de 15% de desconto na Chlorella, o superalimento que contribui para o detox do corpo, e nos outros superalimentos no site da Ocean Drop! Basta clicar neste link para acessar a página e aplicar o cupom “superblog” no check-out para economizar na compra. 

Outras dicas estão nas redes sociais da Ocean Drop no Facebook e Instagram, é só acessar e seguir para descobrir mais novidades sobre superalimentos!

Conteúdo escrito por Suelen Costa. Nutricionista graduada pela Universidade Federal de Pelotas e pós-graduanda em Nutrição Funcional.