conheca-os-antioxidantes-mais-poderosos-do-mundo

Você sabe quais são os antioxidantes mais poderosos do mundo? Existem diversos alimentos ricos nessas substâncias que são essenciais para a obtenção de um estado de saúde pleno e equilibrado.

Os antioxidantes ajudam a proteger as células sadias do organismo contra a ação maléfica dos radicais livres.  São exemplos a vitamina C, a vitamina E, o betacaroteno e o selênio.

E você sabe como agem essas substâncias antioxidantes no nosso corpo? E que existem dois grupos distintos? Continue lendo e veja as respostas para essas e outras questões!

O que são radicais livres?

Os radicais livres são produzidos pelo organismo durante a queima de oxigênio que ocorre durante os processos metabólicos.

Eles são uma resposta biológica natural à toxinas ambientais, como a fumaça do cigarro, a radiação, a luz solar, os produtos químicos, entre outros exemplos.

Apesar de o próprio organismo se defender por meio de enzimas e substâncias protetoras, estas não dão conta quando há um excesso de radicais livres sendo produzidos. Quando há esse desequilíbrio, é chamado de estresse oxidativo.

É aí que a ação dos antioxidantes começa, e eles agem como moderadores, reduzindo a concentração de radicais livres e do estresse oxidativo.

Assim, a ingestão de alimentos antioxidantes ajuda a evitar os malefícios causados pelos radicais livres.

Eles estão associados a diversas doenças, como a catarata, a asma, a diabetes, o câncer, doenças reumatológicas e cardiovasculares e, ainda, ao processo de envelhecimento precoce.

É importante dizer que os radicais livres têm também seu lado benéfico para a sinalização celular, tendo um importante papel no sistema imunológico.

Quais são os antioxidantes produzidos pelo organismo?

O corpo é capaz de produzir antioxidantes endógenos. Conheça-os a seguir:

Glutationa (GSH)

A glutationa é considerada o antioxidante mais poderoso produzido pelo organismo.

O que faz dela ser tão especial é que é encontrada no interior das células e tem a capacidade única de potencializar a ação de outros antioxidantes, como vitaminas C e E, coQ10 e ácido alfalipóico.

A principal função da glutationa é proteger as células de dano oxidativo e peroxidativo. Além disso, é essencial para o processo de desintoxicação, utilização de energia e a prevenção de doenças atreladas ao envelhecimento.

Ao longo dos anos a capacidade do seu corpo produzir glutationa diminui. Porém, existem nutrientes que podem estimular a sua produção , como, por exemplo, as proteínas, leite, abacate, ovos e substâncias como a curcumina.

Ácido alfalipóico (ALA)

Além de agir na eliminação de radicais livres, esse antioxidante age reforçando a sensibilidade à insulina e como um potente quelante de metal pesado.

Ele também tem a capacidade de regenerar outros antioxidantes, como vitaminas C, E e a glutationa. O que significa que quando seu corpo gastou esses antioxidantes, o ALA ajuda no processo de criar eles de novo.

Coenzima Q10 (coQ10)

A coenzima Q10, também chamada de ubiquinona, é usada por todas as células do seu organismo. Na verdade,  para maximizar os benefícios, o seu corpo converte essa substância para uma versão reduzida, chamada de ubiquinol.

A ubiquinona beneficia o organismo de várias formas, além de proteger o seu corpo dos radicais livres, como todo antioxidante.

Ela ajuda a produzir energia para as células, a fornecer suporte para o sistema imunológico e nervoso, a reduzir os sinais de envelhecimento e também trabalha na manutenção dos níveis de pressão arterial.

Quais são os antioxidantes mais poderosos adquiridos por meio do consumo de alimentos?

Não basta apenas contar com os antioxidantes que seu corpo produz, é essencial que a sua alimentação seja rica nessas substâncias para ajudar o seu corpo a se proteger contra os perigos dos radicais livres.

Confira a seguir os antioxidantes mais poderosos para você incluir na sua dieta:

Resveratrol

O resveratrol é encontrado em alimentos, como a uva, o cacau e o vinho tinto. Esse antioxidante age no organismo protegendo o cérebro e o sistema nervoso, por ser capaz de passar a barreira sangue-cérebro. 

Seus benefícios são:

  • Ajuda na proteção contra o câncer de próstata;
  • Contribui para reduzir a pressão arterial;
  • Tem a capacidade de proporcionar saúde para o coração;
  • Auxilia na prevenção da doença de Alzheimer;
  • Tem propriedades anti-inflamatórias;
  • Ajuda a melhorar a elasticidade dos vasos sanguíneos.

​Pode ser consumido por meio da ingestão dos alimentos citados acima ou por meio de complementação.

antioxidantes mais poderosos : uva

Carotenoides

Os carotenoides são compostos conhecidos por dar cores vibrantes aos alimentos, como os tons de vermelho, amarelo e laranja, encontrados em muitas frutas e legumes.

Eles também são poderosos antioxidantes. São uma classe de mais de 700 pigmentos que aparecem também em plantas, bactérias e algas que realizam fotossíntese.

Os carotenoides não são sintetizados pelo organismo e a única forma de obtê-los é por meio do consumo de alimentos ou de complementos alimentares.

Eles ajudam a proteger a visão contra a deterioração das células, o envelhecimento precoce e o surgimento de algumas doenças crônicas, por exemplo. 

São fontes o tomate, a cenoura, a laranja, o pêssego e a abóbora.  Também pode-se citar a chlorella, uma poderosa microalga verde, e o suplemento de astaxantina como ótimas opções de consumo.

  • Astaxantina

Quando falamos dos antioxidantes mais poderosos do mundo, a incrível astaxantina não poderia ficar de fora!  Ela é considerada o mais poderoso antioxidante da natureza, de acordo com a ciência.

Você já parou para pensar por quê o salmão possui aquela coloração? Isso acontece devido ao grande acúmulo de carotenoides provenientes de sua alimentação, destacando a astaxantina.

A astaxantina é um carotenoide vermelho que supera até a vitamina E e o beta-caroteno.

Um estudo demonstrou que esse carotenoide tem potencial como agente terapêutico anti-inflamatório em modelos de doenças cardiovasculares.

Além disso, a astaxantina promove muitos outros benefícios à saúde, como, por exemplo:

antioxidantes mais poderosos : astaxantina

A fonte natural mais conhecida que sintetiza esse carotenoide é a microalga Haematococcus pluvialis, que no meio ambiente faz parte da cadeia alimentar que chega até o salmão, conferindo coloração avermelhada.

Buscando a expansão das produções de salmão em todo o mundo, os cientistas desenvolveram a astaxantina sintética, derivada de petroquímicos. Ela é similar a natural em termos moleculares e por possuir a capacidade de colorir o peixe.

Porém, não traz os mesmos benefícios ao corpo humano quando comparada a astaxantina proveniente de fontes naturais.

Hoje, grandes empresas no mundo se dedicam a produção da microalga Haematococcus pluvialis para extração da astaxantina e comercialização como suplemento alimentar em formato de cápsulas.

Portanto, seja para consumir a astaxantina encapsulada ou através da alimentação, fique atento ao selo de “origem natural”, confirmando que o produto que você vai consumir apresenta a verdadeira astaxantina – e não a sintética.

Ficou interessado? Encontre a astaxantina aqui.

Flavonoides

Assim como os outros antioxidantes, são substâncias produzidas por vegetais, que ajudam a inibir a produção de radicais livres.

São fontes de flavonoides as frutas de coloração avermelhada, como morango, uva, maçã e framboesa; os vegetais, como brócolis, couve, e salsa; as oleaginosas, como as nozes; as sementes, como a linhaça; e bebidas, como café, vinho e chás.

Vitamina C

Um dos antioxidantes mais conhecidos é a vitamina C, que traz inúmeros benefícios à saúde. Dentre eles, vale destacar:

  • Contribuição no combate a oxidação das células saudáveis por ser uma grande doadora de elétrons;
  • Ajuda na proteção de proteínas, lipídios e outros elementos importantes para a manutenção das células;
  • Atuação na síntese de colágeno, que é um componente importante para ossos, vasos sanguíneos, pele, tendões e ligamentos.

Fontes de vitamina C:

  • Frutas: laranja, limão, tangerina, abacaxi, mirtilo (blueberry), kiwi, manga, morango e framboesa;
  • Vegetais: brócolis, couve-de-bruxelas, espinafre, couve-flor, batata, tomate, batata-doce e moranga;

Diante da carência desse antioxidante também é possível fazer uma complementação alimentar.

Vitamina E

Para finalizar a nossa lista de antioxidantes mais poderosos do mundo, temos a vitamina E.

Ela é composta por oito substâncias diferentes — quatro tocoferóis e quatro tocotrienóis. É possível consumir todas por meio de uma alimentação variada. No entanto, se você fizer a complementação de vitamina E, consumirá apenas um.

Fontes de vitamina E

  • Folhas verdes: espinafre, agrião, rúcula, entre outros;
  • Óleos vegetais e derivados;
  • Cereais integrais;
  • Oleaginosas: castanha-do-pará, avelã, amêndoa, nozes;
  • Sementes.

Qual é a melhor maneira de consumi-los?

Confira algumas dicas de consumo para potencializar a ação e a absorção dos antioxidantes:

  • Consumi-los crus;
  • As frutas são ricas em antioxidantes, mas também contêm frutose. Por isso, é aconselhável consumi-las no contexto de uma alimentação saudável e adequada em quantidades. Para isso, busque um nutricionista;
  • Consuma folhas verdes, pois elas são ricas em fitoquímicos, que são compostos de plantas que agem no organismo como antioxidantes.

Gostou do conteúdo sobre os antioxidantes mais poderosos do mundo e como eles agem?!

Agora que você já conhece os conhece, que tal incluí-los na sua alimentação?!

Acesse o site da Ocean Drop e inclua a Spirulina e Chlorella no seu cardápio!

Esses dois superalimentos que contêm grande concentração dessas substâncias incríveis chamadas de antioxidantes!

Caso prefira, simplesmente opte pela Astaxantina, o antioxidante mais poderoso da natureza!

Para fechar, estou deixando um presente para você que leu o blog post até o final: um cupom de 15% de desconto na Astaxantina, Chlorella, Spirulina e outros superalimentos no site da Ocean Drop!

Basta clicar neste link para acessar o site e aplicar o cupom “superblog no checkout para economizar na compra 🙂

Este conteúdo foi co-criado pela nutricionista Amanda Schuler. Pós-graduada em Nutrição Esportiva e Pós-graduanda em Gerontologia.