Ômega 3: DHA de Algas

O docosahexaenoico (DHA) é um tipo de Ômega 3. Além dele, há também o eicosapentaenoico (EPA) e o alfa-linolênico (ALA).

Todos eles são considerados  ácidos graxos essenciais, pois só podem ser obtidos através da alimentação, já que o corpo não é capaz de sintetizá-los.

O alfa-linolênico é encontrado na semente de chia e linhaça, e é chamado de precursor, pois o organismo produz os outros dois ácidos graxos a partir dele.

Esse processo não é tão simples assim e, para garantir as necessidades, recomenda-se priorizar fontes de docosahexaenoico e eicosapentaenoico.

Os alimentos mais conhecidos por conter DHA e EPA são os peixes, como salmão, sardinha e atum. Eles se alimentam de fontes primárias de Ômega 3 e, por isso, apresentam também em seus tecidos.

O que muita gente não sabe, é que é possível consumir a tal fonte primária, considerada mais pura, que encontra-se na forma de DHA, através do extrato da microalga Schizochytrium sp

Ficou curioso? Nesse post você vai saber mais sobre:

  • Funções e benefícios do Ômega 3;
  • Suplementação de Ômega 3;
  • Tabela nutricional do DHA de Algas;
  • Depoimento de um consumidor de DHA de Algas;
  • Como comprar?

4 funções e benefícios do Ômega 3

O Ômega 3 é um ótimo aliado na prevenção de doenças do coração e também da mente. Além disso, é fonte primária de energia para as células, serve como componente estrutural e ajuda no funcionamento  adequado do sistema imunológico.

Se você anda meio esquecido, indisposto, ou tem interesse em proteger a sua saúde, está na hora de conhecer mais sobre as funções e benefícios desse nutriente para o organismo. Confira a seguir:

1. Saúde do coração

Um estudo realizado em indivíduos ​​predispostos ao diabetes, mostrou que a suplementação alimentar com o Ômega 3 melhorou significativamente a função das paredes dos vasos sanguíneos, os níveis de triglicerídeos e também de marcadores pró-inflamatórios.

Por essas e outras atividades que o Ômega 3 é conhecido por ser cardioprotetor, mas lembre-se: ainda assim deve ser associado a uma alimentação equilibrada e outros hábitos de vida saudáveis. Certo?!

2. Anti-inflamatório

A inflamação é importante para o organismo, pois ajuda a combater e sinalizar infecções. No entanto, quando persiste por um longo período, é considerada crônica e prejudicial. 

A obesidade foi reconhecida como uma condição de inflamação crônica de baixo grau já nos anos 90. O câncer e o diabetes também são exemplos de doenças caracterizadas por resultado disso.

Os ácidos graxos do Ômega 3 podem reduzir a produção de moléculas e substâncias ligadas à inflamação, prevenindo essas doenças.

Um estudo indicou que a suplementação com o nutriente melhorou os marcadores inflamatórios de crianças em hemodiálise crônica.

3. Saúde do cérebro 

Nosso cérebro é composto por 60% de gordura e cerca de 15% dela é DHA, por isso sua disponibilidade é fundamental para o desenvolvimento do órgão.

Estudos de acompanhamento mostraram que os bebês de mães suplementadas com DHA apresentaram escores mais altos de processamento mental, desenvolvimento psicomotor, coordenação olho-mão, além de outras funções. 

A falta de DHA entre as gestantes pode resultar em dificuldades futuras no aprendizado das crianças, mas não deixa de ser necessário nas outras fases da vida para quem quer  ter uma mente saudável.

Outro estudo, que está no Registro de Ensaios Clínicos da Nova Zelândia, realizado com adultos saudáveis e controlado por placebo, observou melhora na memória e no tempo de reação dos pacientes do grupo tratamento. 

4. Sistema imunológico

O  Ômega 3 é considerado um nutriente imunomodulador, pois  auxilia na regulação de algumas células do sistema imunológico.

Além disso, como já comentado, contribuiu para reduzir o processo de inflamação que também é prejudicial ao sistema imune.

Um estudo publicado na Revista Medicine em 2018, que incluiu 1.008 pacientes submetidos à cirurgia para o câncer gastrointestinal, demonstrou que os indivíduos que receberam suplementação de ácidos graxos Ômega 3 obtiveram melhora da imunidade celular em comparação ao grupo de controle. 

Suplementação de Ômega 3

Reforçando, o Ômega 3 é um ácido graxo essencial e, por isso só pode ser consumido através da alimentação, já que não há produção endógena pelo corpo. 

A dieta Ocidental é muito escassa no consumo de peixes, esse é um alimento que raramente se encontra na mesa dos brasileiros.

Diante dessa situação, surge a suplementação como alternativa, uma forma muito prática de obter todos os benefícios que esse nutriente pode oferecer.

Existem diversos produtos no mercado feitos com óleo de peixe, mas também há opções veganas, como é o caso do DHA extraído da microalga Schizochytrium sp.

A Ocean Drop é a primeira empresa do Brasil que trouxe até você, importado dos EUA, o DHA de Alga!

Ao contrário da suplementação de origem animal, ele não apresenta cheiro forte e é considerado uma das fontes mais puras do nutriente no planeta.

Em todos os suplementos vale ficar atento que o que determina a qualidade da concentração do suplemento de Ômega 3 é a quantidade de EPA e DHA, pois há muitas fórmulas com outros tipos de gordura.

Quanto mais EPA e DHA, maior é a qualidade do suplemento. A seguir apresentaremos a tabela nutricional do nosso DHA.

Tabela nutricional do DHA de Algas

tabela nutricional: DHA de algas

Depoimento de um consumidor de DHA de Alga

DHA de Algas: depoimento do consumidor

Gostou dos benefícios apresentados e está pensando em incluir o Ômega 3 em sua alimentação também? Veja abaixo como comprar!

Como comprar?

O DHA da Ocean Drop é extraído de uma das fontes mais puras: a microalga Schizochytrium sp.

Além disso, é certificado pela Anvisa, vegano, sem agrotóxicos, sem modificação genética e serve para 2 meses!

Para adquirir é só acessar o nosso site aqui!

Inclua em sua alimentação essa parte vital do seu corpo, essencial para o desenvolvimento e funcionamento do cérebro, prevenção de fatores de risco para o desenvolvimento de doenças cardíacas e processos inflamatórios!

Caso tenha ficado com alguma dúvida, nossa equipe ajudará você pelo chat!

Para mais assuntos como esse, acompanhe o blog!

Conteúdo escrito por Suelen Costa. Nutricionista graduada pela Universidade Federal de Pelotas e pós-graduanda em Nutrição Funcional.