Selênio: Benefícios, Onde Encontrar e 1 Curiosidade

Selênio: Benefícios, Onde Encontrar e 1 Curiosidade

Entre os principais benefícios do selênio destacam-se o seu papel em auxiliar na prevenção e tratamento do câncer, mal de Alzheimer e doenças cardiovasculares. Além disso, o mineral é essencial para o funcionamento da tireoide e do sistema imune.

Acreditava-se que o selênio não demonstrava importância para a nutrição do organismo. Hoje em dia, entretanto, já é evidente que suas funções são indispensáveis para a vida, principalmente porque ele atua como um potente antioxidante. Então, ficou curioso(a) e quer saber mais sobre esse mineral incrível? Para isso, continue a leitura!

Índice

  • Para que serve o selênio?
  • Benefícios do selênio
  • O que causa a falta de selênio no organismo?
  • Qual a dosagem ideal por dia?
  • Quais os efeitos colaterais?
  • Como tratar selenose?
  • Onde encontrar?
  • Como tomar?
  • 1 curiosidade sobre o selênio

Para que serve o selênio?

Como mencionado, até algum tempo atrás, o selênio não era reconhecido como tendo qualquer valor na nutrição humana. Hoje em dia já se sabe que o mineral desempenha muitas funções importantes dentro do organismo. Ele é responsável pela:

  • síntese e função das selenoproteínas;
  • produção da enzima antioxidante glutationa peroxidase;
  • conversão de T4 em T3;
  • proteção contra ação nociva de metais pesados e xenobióticos;
  • prevenção de doenças crônicas não-transmissíveis;
  • resistência do sistema imune;
  • alteração do metabolismo carcinogênico;
  • regulação da proliferação celular;
  • inibição da invasão de células tumorais e da neoangiogênese.

Gostou? Agora siga lendo para descobrir como essas funções atuam na prática, resultando nos benefícios do selênio!

Benefícios do selênio

1. Ação antioxidante

A glutationa é conhecida como um dos antioxidantes mais poderosos do mundo e do corpo humano – e o selênio tem participação importante em sua síntese. Por isso, um dos principais benefícios do mineral é combater a ação dos radicais livres, prevenindo danos celulares e, assim, doenças crônicas e o envelhecimento precoce.

2. Prevenção do câncer

Evidências científicas já demonstraram que o selênio atua como agente protetor contra o câncer, um dos problemas de saúde mais desafiadores do mundo.

Uma revisão que incluiu mais de 69 estudos, por exemplo, descobriu que quem tinha altos níveis do mineral no sangue estava associado a um menor risco de desenvolver câncer de mama, pulmão, esôfago, estômago e próstata.

3. Prevenção de Alzheimer

A diminuição do sistema antioxidante está relacionada ao declínio cognitivo. Em razão disso, a ação antioxidante do selênio contribui com a prevenção de Alzheimer, doença progressiva que destrói a memória e outras funções mentais importantes.

Inclusive, pesquisas já identificaram que a deficiência de selênio está relacionada ao comprometimento da cognição na população idosa.

4. Fortalecimento do sistema imunológico

O selênio desempenha papel importante para aumentar a imunidade. Níveis elevados do mineral estão associados a um sistema imune fortalecido, assim como baixos níveis podem resultar em uma resposta imunológica mais lenta. Estudos mostraram que a suplementação de selênio pode reduzir mortalidade e melhorar quadros de infecções.

5. Saúde da tiroide

A tireoide, mais do que qualquer outra parte do corpo humano, contém a maior quantidade de selênio. Por isso, o mineral é indispensável para a sua proteção, assim como para o desempenho e produção de hormônios tireoidianos.

O adequado funcionamento da glândula tem relação direta com o nosso humor, controle de açúcar, colesterol total e frações, além da manutenção de peso corporal. 

6. Proteção cardiovascular

Uma dieta rica em selênio pode auxiliar a manter o coração saudável, já que sua ação antioxidante também ajuda a diminuir a inflamação. Os marcadores inflamatórios e o estresse oxidativo são uns dos principais fatores de risco para doenças cardíacas, estando associados ao acúmulo de placas de gorduras nas artérias.

O que causa a falta de selênio no organismo?

A deficiência de selênio é causada pelo consumo insuficiente, que pode ser em decorrência da ingestão de alimentos cultivados em solos pobres no nutriente. Além disso, síndromes de má-absorção ou o uso de nutrição enteral ou parenteral estão entre os possíveis motivos. As principais consequências da falta de selênio são:

  • condições crônicas associadas ao estresse oxidativo, como problemas cardíacos;
  • dores musculares;
  • fadiga;
  • fraqueza nos músculos.

Qual a dosagem ideal de selênio por dia?

Faixa etária

EAR

RDA

UL

0 a 6 meses

AI 15 mcg

—–

45 mcg

7 a 12 meses

AI 20 mcg

—–

60 mcg

1 a 3 anos

17 mcg

20 mcg

90 mcg

4 a 8 anos

23 mcg

30 mcg

150 mcg

Crianças 9 a 13 anos

35 mcg

40 mcg

280 mcg

Adolescentes 14 a 18 anos

45 mcg

55 mcg

400 mcg

Adultos > 18 anos

45 mcg

55 mcg

400 mcg

Gestantes 14 a 50 anos

49 mcg

60 mcg

400 mcg

EAR (Estimated Average Requirement): necessidade média estimada; RDA (Recommended Dietary Allowances): quota dietética recomendada; UL (Tolerable Upper Intake Leve): limite superior tolerável de maior ingestão.

Quais os efeitos colaterais do selênio?

O consumo excessivo de selênio pode ocasionar sintomas gastrointestinais, dores de cabeça, enfraquecimento das unhas, queda de cabelo, fadiga, irritação e anormalidades no sistema nervoso. Além disso, a toxicidade crônica de selênio pode resultar em selenose, que é a intoxicação pelo mineral.

Como tratar selenose?

O tratamento do excesso de selênio consiste em reduzir o consumo de fontes do mineral. O equilíbrio orgânico também é conseguido através da ingestão de água e prática de exercícios físicos.

Onde encontrar o selênio?

A seguir, confira a lista de alimentos fontes de selênio:

  • semente de girassol torrada;
  • farelo de trigo;
  • ostras;
  • camarão;
  • castanha-do-Brasil;
  • caranguejo;
  • farinha de trigo integral;
  • frango assado;
  • alho cru;
  • cogumelos;
  • arroz branco;
  • amêndoa;
  • avelã;
  • leite;
  • milho.
PARA QUEM DESEJA PRATICIDADE E SEGURANÇA NA HORA DE CONSUMIR SELÊNIO, TAMBÉM É POSSÍVEL ENCONTRÁ-LO NA FORMA DE SUPLEMENTO. INCRÍVEL, NÃO É MESMO? SOBRE COMO TOMAR VOCÊ ENTENDERÁ NO TÓPICO SEGUINTE!

Como tomar selênio?

O suplemento de selênio costuma ser encontrado no formato de cápsulas. Para ingerir, basta o acompanhamento de um pouco de água, uma vez ao dia.

A quantidade varia de acordo com o gênero, peso e momento da vida do indivíduo. Leva-se em conta as DRIS e estratégias do profissional de saúde para pacientes saudáveis e doentes.

1 curiosidade sobre o selênio

Estados brasileiros da região amazônica apresentam um solo rico em selênio. Portanto, populações locais apresentam níveis mais altos do mineral em comparação a outras regiões.

Gostou do conteúdo?

Agora que você já sabe os benefícios do selênio e outras importantes informações sobre o nutriente! Caso ainda tenha ficado com dúvidas, deixe nos comentários! Logo irei responder você!

Inscreva-se na Lista Vip de Lançamento da Oh Minhas Vitaminas! e ganhe BÔNUS exclusivo clicando aqui!
Você também pode conferir o perfil no Instagram e ficar por dentro das novidades seguindo @ohminhasvitaminas!

Siga acompanhando o Blog da Ocean Drop para ficar por dentro de mais artigos sobre saúde, bem-estar e qualidade de vida! Até a próxima!

Referências

Ficou com dúvida?

Tire suas dúvidas que iremos responder o mais rápido possível