Colágeno em Pó – Como Tomar e Suas Principais Funções

Colágeno em Pó – Como Tomar e Suas Principais Funções

O colágeno em pó tem sido uma das formas mais utilizadas para suplementar a proteína estrutural, na qual o corpo tem uma queda na produção endógena de cerca de 1% ao ano a partir dos 30 anos, diminuindo ainda mais ao avançar da idade – o que costuma ser indesejado esteticamente e pode prejudicar a saúde.

Embora o envelhecimento seja um processo natural, as mais diversas áreas da indústria tem avançado em estratégias para reduzir seus efeitos. Diante disso, o suplemento de colágeno recebe destaque como alternativa por causa de suas atividades reparadoras dos tecidos do corpo que se “desgastam” com os anos.

Além da senescência, outros fatores são capazes de agravar a perda da produção de colágeno no organismo, como o fumo, o excesso de exposição ao Sol e o exagero no consumo de carboidratos refinados. Então, ficou curioso e quer saber mais? Para isso, continue ligado no conteúdo! Boa leitura!

O que é colágeno e para que serve

A principal proteína encontrada nos tecidos conjuntivos do corpo é o colágeno. Ele tem a função de contribuir com a resistência e elasticidade da pele, tendões e ossos

Mesmo que esteja presente naturalmente no organismo, em virtude de seus encargos e da redução de sua produção com o passar do tempo, costuma ser suplementado. Por sua vez, o colágeno em pó é uma das formas de apresentação da proteína pronta para o consumo.

O colágeno tem origem animal, o que pode se tornar um empecilho para veganos e vegetarianos. Para esses grupos, há o pró-colágeno à base de ingredientes que dão aporte para a produção endógena da proteína.

São inúmeras as aplicações do colágeno, no entanto, a área em que mais tem ganhado destaque é a da estética por causa das atividades reparadoras da pele – fato desejado por muitas pessoas. Além disso, o colágeno serve para quem tem problemas nas cartilagens e deseja tratar desgastes e amenizar as dores.

Tipos de colágeno e benefícios

Você sabia que, na verdade, o colágeno é uma família? Sim, podem existir de 16 a 28 diferentes tipos de colágeno desempenhando distintas funções no organismo! Incrível, não é mesmo?! Aqui serão apresentados os tipos mais conhecidos: colágeno tipo I, colágeno tipo II e colágeno tipo III.

Tipo I

O mais abundante entre os tipos, também conhecido como colágeno hidrolisado, apresenta cerca de 90% da proteína no organismo. É responsável pela função estrutural, sendo relevante para a estética e para a saúde. É encontrado nos tendões, na cartilagem fibrosa, no tecido conjuntivo frouxo comum e denso.

Tipo II

O colágeno do tipo II – ou colágeno não hidrolisado – está presente os olhos, nas cartilagem e nos discos intervertebrais. Sendo assim, é uma ótima opção para quem possui artrite ou artrose, já que contribui com o amortecimento das cartilagens. Sua forma é semelhante ao tipo I, mas possui menor diâmetro.

Tipo III

Embora seja chamado de tipo III, é o segundo mais encontrado em nosso corpo e o primeiro a ter a produção diminuída. Ele é está presente na pele, nos músculos e nos vasos sanguíneos. Por causa disso, é indicado para tratar a firmeza e elasticidade da pele, assim como o tipo I.

Fontes de colágeno

Diferentemente do que muitas pessoas pensam, o colágeno não é apenas encontrado em suplementos. Diversos alimentos são fonte dessa substância ou apresentam uma composição que dá suporte para sua produção no organismo, chamada de síntese endógena. Veja abaixo algumas opções:

1. Ovos

Assim como outras fontes de proteína de origem animal, os ovos tem a capacidade de estimular a produção de colágeno. Isso é diretamente benéfico para o tratamento da flacidez tanto tissular quanto muscular. 

2. Leguminosas e folhas verde-escuras

Os alimentos ricos em folato são todas as folhas verdes escuras, como espinafre, brócolis e couve, e as leguminosas. Tal nutriente é responsável pela formação de proteínas no corpo, incluindo o colágeno.

3. Gelatina

Cerca de 90% da gelatina é constituída de derivados da proteína do colágeno. Ainda, esse alimento é fonte de vitaminas e outras proteínas. A dica é ficar atento ao excesso de conservantes e açúcares da preparação.

4. Frutas cítricas

A vitamina C é precursora de colágeno, isto é, contribui com sua síntese no organismo. Por isso, quem deseja melhorar as quantidades da proteína no corpo pode adicionar laranja, limão e morango no cardápio.

5. Carnes

As fontes animais contêm quantidades boas de proteína e, por isso, consumir carnes irá ajudar a otimizar as quantidades de colágeno no corpo. Nesse grupo entram as carnes vermelhas e brancas.

Como tomar colágeno em pó

Antes de iniciar o consumo da proteína, é preciso saber como tomar colágeno. O ideal é consultar com um nutricionista que irá avaliar os hábitos alimentares do paciente e indicar a dose necessária. Ainda, decidirá a melhor forma de suplementação, já que os benefícios do colágeno mudam de acordo com o tipo.

O colágeno pode ser consumido diariamente, de preferência junto das refeições. Além da forma em pó, que pode apresentar sabor ou não, e que pode ser diluída em água, sucos, vitaminas ou sopas, o colágeno também está disponível para consumo em comprimidos e cápsulas.

Colágeno tem contraindicação?

Apesar de não ter contraindicação, é importante que só seja consumido com orientação de um profissional de saúde, já que o excesso do uso pode oferecer danos à saúde, principalmente no caso de mulheres gestantes ou em fase de amamentação.

Gostou do conteúdo?

Envelhecer é inevitável, é um processo natural que engloba todas as classes de seres vivos. O que a ciência tem buscado são maneiras de tornar esses sinais menos evidentes.

Se você quiser continuar lendo sobre o assunto e conhecer um incrível pró-colágeno vegano, acesse:

Cola no Colágeno: Saiba os Benefícios do Pró-colágeno Vegano

Caso tenha ficado com dúvidas ou queira deixar uma sugestão, comente ao final do artigo! Ficamos felizes com a sua contribuição e logo nossa equipe responsabilizada irá respondê-lo(a)!

Siga acompanhando o Blog da Ocean Drop para ficar por dentro de mais assuntos sobre nutrição, bem estar e saúde. Toda a semana produzimos conteúdos novos para deixar você informado. Até a próxima!

Referências

Ficou com dúvida?

Tire suas dúvidas que iremos responder o mais rápido possível