psyllium para que serve

O Psyllium é uma planta que tem como nome científico Plantago ovata. Suas sementes e cascas são utilizadas por conterem grande quantidade de fibra natural.

Essas fibras têm a capacidade de aumentar até 20 vezes de tamanho quando entram em contato com outros líquidos, pois apresentam alta absorção de água.

Isso faz com que o Psyllium se torne uma excelente opção para quem busca um alimento que auxilia na regulação intestinal, no emagrecimento e como aliado no tratamento de algumas doenças que veremos a seguir.

Neste artigo iremos descobrir mais sobre:

 

  • Psyllium — Para que serve?
  • Benefícios do Psyllium
  • Como tomar?
  • Onde comprar?

Psyllium — Para que serve?

O Psyllium contribui para regular o funcionamento intestinal – o que gera inúmeros benefícios à saúde.

Ele passa intacto pelo estômago, chegando ao intestino, onde absorve o excesso de água, aumentando o volume das fezes,estimulando os movimentos peristálticos e facilitando a passagem do conteúdo.

Isso influencia no funcionamento adequado do intestino e na alteração do ambiente do cólon.

Sabendo que o intestino é considerado o nosso “segundo cérebro”, mantê-lo saudável é fundamental para o bem-estar. Ele auxilia em processos de emagrecimento, na manutenção dos níveis de colesterol e açúcar no sangue e, ainda, na saúde do coração.

Benefícios do Psyllium

Como já comentado, o Psyllium é uma fibra natural que contribui para a regulação do intestino. Ele também é conhecido como um “laxante natural”.

Um estudo de 2018 realizado em pacientes com diabetes e constipação crônica, a suplementação de Psyllium diminuiu os sintomas de constipação em relação ao grupo placebo.

Selecionamos abaixo os principais benefícios dessa fibra poderosa. Confira:

Funcionamento intestinal

O Psyllium age diretamente na regulação do intestino. Isso é possível, pois em 100 gramas do produto, 65% são fibras.

Essas fibras, quando entram em contato com água no estômago, absorvem o líquido e formam uma espécie de “gel”.

Esse “gel” deixa o esvaziamento gástrico mais lento e chega ao intestino limpando as impurezas da parede intestinal e ajudando a eliminar as toxinas.

Todo esse processo facilita a formação e eliminação do bolo fecal, o que contribui para um intestino regulado e mais saudável.

psyllium-pessoa-segurando-barriga

Pressão arterial 

Um estudo publicado na revista Clinical and Experimental Hypertension indicou que o Psyllium, por promover uma “limpeza” no intestino e favorecer a boa saúde do órgão, auxilia na regulação da pressão sanguínea.

O estudo constatou que os indivíduos que consumiram regularmente essa fibra tiveram redução nos níveis de pressão arterial.

Emagrecimento

Em contato com a água, o Psyllium absorve o líquido e aumenta de volume, contribuindo para a sensação de saciedade e diminuindo a absorção do carboidrato ingerido.

Para quem não consegue controlar a ingestão de alimentos devido a um apetite maior, essa sensação ajuda a reduzir o consumo na refeição e, com o tempo, pode auxiliar no estabelecimento de uma relação saudável com a comida.

É importante ressaltar que o Psyllium auxilia a reduzir a absorção da gordura dos alimentos e não elimina diretamente a gordura corporal.

Um estudo realizado com 51 pacientes diabéticos e constipados crônicos, controlado por placebo, indicou que a suplementação com Psyllium pode favorecer o emagrecimento.

Diabetes

As fibras do Psyllium fazem com que a velocidade da absorção dos carboidratos seja menor e não se transformem em moléculas de açúcar.

Essas fibras ajudam a manter um equilíbrio glicêmico, como indica a análise que avaliou a ingestão de biscoitos com Psyllium. Esse equilíbrio é fundamental para pessoas com quadro de diabetes.

psyllium: exame de diabetes

Colesterol

O Psyllium melhora os níveis lipídicos, reduzindo o colesterol ruim -o LDL – de acordo com uma pesquisa publicada em 2005 na revista Nutrition Noteworthy da Universidade da Califórnia.

Como já comentado, o Psyllium promove uma “faxina” no intestino. Isso faz com que o organismo absorva melhor os nutrientes e elimine impurezas, entre elas o colesterol ruim, chamado de LDL.

Já um estudo de 2012, publicado pela revista científica Molecular Nutrition and Food Research, demonstrou que o consumo de fibra solúvel pode ajudar a gerenciar o colesterol.

Agora que já sabe o que é Psyllium e para que serve, é hora de descobrir como ingeri-lo corretamente. Descubra abaixo!

Como tomar

Agora que já sabe para que serve o Psyllium, é necessário saber como tomá-lo corretamente. Para isso, vale lembrar que a necessidade diária de fibras para um adulto é de 25 gramas para mulheres e 30 para homens.

Uma colher de sopa de Psyllium em pó ou farelo contém cerca de 5 gramas de fibras.

O ideal é que o consumo de fibras seja de, no mínimo, essa quantidade, pois pouca ingestão pode fazer com que o intestino não funcione regularmente.

Lembrando que o consumo de fibras deve ser sempre associado ao consumo de água para que se obtenha os reais benefícios.

psyllium : em pó

O Psyllium é um alimento natural que apresenta poucas restrições. Pessoas que tomam medicamentos, como anticonvulsivos, antiagregantes plaquetários e remédios para diabetes e colesterol só devem consumir com prescrição e acompanhamento médico.

Orienta-se também que gestantes, pessoas com transtornos renais ou no esôfago evitem o consumo sem prescrição.

Se for consumir a fibra natural em pó, é possível acrescentá-la na água, suco ou shakes. Uma dica importante é deixar a fibra por alguns minutos em água antes de acrescentar a outra mistura, para que ela seja “hidratada” e aumente de volume.

O Psyllium também pode ser acrescentado à receitas de pães, bolos e biscoitos. Outra opção é polvilhar ele  em sopas, cereais e iogurtes.

Para quem busca mais praticidade e deseja impulsionar ainda mais os efeitos do Psyllium no organismo, é possível optar por suplementos com combinações poderosas.

O Naturbio, por exemplo, é um suplemento natural composto por Psyllium, ágar-ágar, spirulina e berinjela. Essa composição auxilia na redução da absorção de gordura, gera sensação de saciedade e é ideal para auxiliar na manutenção do peso.

Já o Fosfiber, também 100% natural, é composto por psyllium, ágar-ágar, spirulina, berinjela, tamarindo e frutooligossacarídeo. Tem como função a regulação do funcionamento intestinal, prevenção do intestino preso, eliminação de impurezas e atua como um prebiótico, favorecendo o desenvolvimento da flora intestinal saudável.

Confira abaixo mais sobre esses suplementos ricos em benefícios! 

Naturbio

O Naturbio é um suplemento composto por superalimentos ricos em fibras que estimulam o aumento da saciedade e favorecem o emagrecimento. Vamos entender mais sobre a composição e os benefícios do Naturbio?

Absorção de gordura

O Naturbio contém Psyllium, ágar-ágar, spirulina e berinjela e tem como principal função auxiliar na perda de peso. Esses quatro alimentos são ricos em fibras naturais que, quando ingeridos, aumentam de volume em até 20 vezes e diminuem a absorção de gorduras e carboidratos

Isso acontece porque as fibras são digeridas mais lentamente, diminuindo a produção de insulina.

Emagrecimento

Pela alta quantidade e pela qualidade de fibras que o Fit Algae contém, ele diretamente gera uma sensação de saciedade, devido ao aumento que as fibras atingem no estômago. 

Além disso, pelo formato “gel” em que se transformam, desintoxicam as paredes intestinais e reduzem o acúmulo de líquidos.

Todo este processo diminui o ritmo do esvaziamento gástrico, pois o alimento é digerido de forma mais lenta, liberando glicose aos poucos no sangue e consequentemente favorecendo o emagrecimento.

Torna mais lenta a absorção de carboidratos

As fibras encontradas no Fit Algae, além de melhorarem o funcionamento intestinal, contribuem para o equilíbrio da absorção dos carboidratos.

Elas retardam a absorção dos açúcares, ajudando no controle da glicemia. Com isso, há também um favorecimento na manutenção e perda de peso.

Fosfiber 

Já o Fosfiber é um suplemento fonte de fibra 100% natural que tem como principal função regular o funcionamento intestinal. É composto por Psyllium, ágar-ágar, spirulina, berinjela, tamarindo e frutooligossacarídeo. Ficou curioso para saber como o Fosfiber age no organismo?

Age como prebiótico e é fonte de fibra natural

O frutooligossacarídeo presente no Fosfiber age como prebiótico, favorecendo o desenvolvimento da flora intestinal.

Os prebióticos são benéficos porque estimulam seletivamente o crescimento e a atividade de uma ou mais espécies bacterianas no cólon.

As fibras naturais e os frutooligossacarídeos presente no Fosfiber estimulam a motilidade intestinal, contribuem com a consistência normal das fezes e ajudam na manutenção da flora.

Regulação intestinal

As fibras estimulam o crescimento de bactérias benéficas que combatem a atividade de bactérias patogênicas, que fazem mal ao nosso organismo.

Elas previnem a diarreia e a constipação, pois alteram a microbiota intestinal, proporcionando uma microbiota saudável.

A ação dessas fibras ainda está ligada a absorção de substâncias necessárias pelo intestino. Elas favorecem a eliminação do excesso de glicose (açúcar) e do colesterol, diminuindo a quantidade de colesterol e os triglicerídeos presentes na corrente sanguínea.

Auxilia na eliminação de impurezas

As fibras presentes no Fosfiber, em contato com a água, aumentam de tamanho dentro do estômago, formando um “bolo” que faz uma espécie de “faxina” dentro do órgão.

Essa massa formada pelas sementes faz o intestino funcionar melhor e favorece a eliminação de toxinas e impurezas.

Onde comprar?

Gostou de descobrir o que é Psyllium e para que serve? Além de conhecer essa semente, você também aprendeu mais sobre os benefícios dos suplementos ricos nessa fibra natural, como o Naturbio e o Fosfiber.

Agora, se você tem interesse em enriquecer sua alimentação e aproveitar todos os benefícios desses produtos, basta incluí-los em sua dieta.

Acesse o site da Ocean Drop para adquirir seus produtos agora mesmo!

Conteúdo escrito por Thaylise Scotti. Nutricionista pela Universidade do Vale do Itajaí com foco em nutrição funcional, especialista em algas e microalgas. Inscrita no CRN10-4617.

Referências: