desequilíbrio hormonal: acne

Você tem se sentido cansado? Teve ganho ou perda de peso sem sequer mudar seus hábitos alimentares nos últimos tempos? Você pode estar passando por uma fase de desequilíbrio hormonal!

O desequilíbrio hormonal é caracterizado pelo excesso ou falta de hormônios na corrente sanguínea, podendo resultar em pequenas alterações no corpo, ou até em consequências mais sérias.

É importante ressaltar que os fatores relacionados ao estilo de vida, como estressemá alimentação, exposição à toxinas, poluentes e produtos químicos, podem estar servindo para desregular os seus hormônios.

Ficou curioso? Fique ligado no conteúdo que escrevemos sobre o assunto e descubra mais sobre os sintomas, as causas e os tratamentos para o desequilíbrio hormonal. Boa leitura!

Como funciona a secreção e a atuação dos hormônios

Para contextualizar, é importante que você entenda como são fabricados e para que servem os hormônios. Eles são produzidos pelas chamadas glândulas endócrinas, que os lançam diretamente na corrente sanguínea. 

Falar de hormônios é bastante complexo, já que existem diversas glândulas secretoras que formam o sistema endócrino. Porém, é muito importante, pois eles têm papel essencial no organismo

Depois que são lançados no sangue, os hormônios atingem as células de todos os tecidos do corpo humano. Cada hormônio atua sobre alguma célula específica, que são chamadas de células-alvo.

No entanto, alguns hormônios também trabalham em conjunto ou em oposição a outros para estimular ou inibir determinadas funções do metabolismo.

Sintomas do desequilíbrio dos hormônios

Os sintomas do desequilíbrio hormonal vão depender de quais glândulas e hormônios estão com a funcionalidade desregulada. Entretanto, os mais comuns geralmente incluem:

  • Fadiga a longo prazo;
  • Ganho ou perda de peso inexplicável;
  • Problemas de pele, como acne;
  • Diminuição da libido;
  • Alterações na glicemia;
  • Aumento da sede ou mudanças no apetite;
  • Problemas de humor, como irritabilidade;
  • Ansiedade e depressão;
  • Inchaço;
  • Queda de cabelo.

Causas do desequilíbrio hormonal

O desequilíbrio hormonal pode ter relação com condições ligadas diretamente à produção nas glândulas, alterações nos transportadores para as células ou, ainda, com a própria “entrada”  nas células.

Homens e mulheres podem ser afetados pelo desequilíbrio hormonal, e é comum passar por pelo menos uma vez ao longo da vida. A puberdade, a gravidez , o envelhecimento, entre outros, são épocas suscetíveis a isso.

Como mencionado, hábitos de vida e fatores ambientais podem ocasionar a desregulação nos hormônios. Além disso, doenças e o uso de medicamentos também são fatores interferentes. Confira a seguir alguns exemplos:

  • Estresse excessivo;
  • Má alimentação;
  • Exposição à toxinas, poluentes e produtos químicos;
  • Anorexia;
  • Diabetes mellitus;
  • Anticoncepcional.
desequilíbrio hormonal: causas (infográfico)

Prevenção e tratamento para o desequilíbrio hormonal

Caso inadequado, o estilo de vida e outros fatores ambientais podem prejudicar o funcionamento das glândulas endócrinas e a produção dos hormônios. Portanto, alguns hábitos saudáveis podem ajudar na prevenção e no tratamento. Confira:

  • Tenha como base uma dieta nutritiva e equilibrada;
  • Exercite-se regularmente;
  • Gerencie o estresse com práticas de ioga e meditação , por exemplo;
  • Use recipientes de vidro para armazenar e aquecer alimentos e bebidas;
  • Restrinja o uso de produtos de limpeza que contenham substâncias químicas tóxicas.

Se você acha que pode ter algum desequilíbrio hormonal, deve conversar com um especialista sobre os sintomas, especialmente aqueles que causam dor, desconforto ou interferem nas atividades diárias. 

Você conhece a Chlorella?

A Chlorella, de nome científico Chlorella pyrenoidosa, é uma microalga que apresenta em sua composição grande quantidade de nutrientes. Além disso, é fonte de clorofila, uma substância conhecida por sua capacidade detox.

O corpo por si só tem uma maneira de expulsar as substâncias indesejáveis. Porém, às vezes é preciso estimular essa função natural para não acontecer problemas como o desequilíbrio hormonal.

De acordo com um estudo desenvolvido no Japão, a chlorella é muito eficiente e capaz de agir ativamente na desintoxicação. Ela consegue acelerar a excreção do cádmio em pessoas intoxicadas, por exemplo.

Ainda, outro estudo científico sugeriu que consumir chlorella 30 minutos antes das refeições principais e na hora de dormir, auxilia a carregar metais e outros resíduos tóxicos para serem excretados pelo corpo.

Gostou do conteúdo?

Siga acompanhando o nosso blog para ficar por dentro de mais assuntos sobre saúde e bem estar!

A Ocean Drop é a única empresa no mundo especializada em superalimentos com algas e microalgas que oferecem nutrição de forma segura e prática.

A nossa Super Chlorella é certificada pela Anvisa, possui produtor reconhecido, é livre de agrotóxicos e modificações genéticas!

Sobre o custo x benefício: investindo apenas R$ 1,41 ao dia, você pode ter esse superalimento para o tratamento de 2 meses!

Ficou interessado? Entre no nosso site clicando aqui e confira o nosso portfólio completo!

Caso tenha ficado com dúvidas, deixe nos comentários! Nossa equipe especializada está disponível para ajudá-lo!

Conteúdo escrito por Suelen Costa. Nutricionista graduada pela Universidade Federal de Pelotas e pós-graduanda em Nutrição Funcional.