O Matchá é um tipo de chá verde obtido a partir das folhas da Camellia sinensis, que ficou popularmente conhecido pelos seus poderes antioxidantes.

Possui um processo especial de cultivo e, por isso, tem diversas propriedades preservadas, sendo considerado mais poderoso que o chá-verde comum.

Com pouquíssimas contra-indicações, o Matchá é conhecido por favorecer o emagrecimento, o sistema imunológico e, ainda a energia do corpo. Quer saber mais sobre esse pó poderoso? Continue lendo!

O que é Matchá?

O Matchá é um chá em pó feito por meio da secagem das folhas da Camellia Sinensis. Muito consumido pelos japoneses, passa por um processo em que as folhas são maceradas até virarem pó.

O Matchá é considerado um alimento com grande poder antioxidante e contém elevada quantidade de catequinas quando comparado ao chá-verde comum.

Essas substâncias possuem a capacidade de ajudar no combate a ação dos radicais livres, o que aumenta o poder de prevenção do envelhecimento celular e do desenvolvimento de diversas doenças.

Inclusive, além de praticamente não ter contra-indicações, o Matchá também contribui com uma ação anti-inflamatória, com o emagrecimento e com a diminuição dos níveis de colesterol.

Benefícios do Matchá

Como visto, o Matchá atua como um antioxidante, porém, sendo um chá poderoso, oferece diversos outros benefícios. Veja abaixo:

  • Contribui com a melhora da função cerebral;
  • Ajuda no processo de emagrecimento;
  • Auxilia no retardo do envelhecimento;
  • Contribui com a diminuição do colesterol ruim;
  • Ajuda a fortalecer a imunidade;
  • Auxilia no combate ao sono.

Agora confira mais detalhes sobre eles abaixo:

1. Função cerebral

Um estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Wageningen, na Holanda, trouxe como resultado que o consumo do Matchá melhorou o funcionamento do cérebro devido à presença de 3 componentes: L-teanina, galato de epigalocatequina, conhecido como EGCg, e cafeína.

O chá ainda aumentou a atenção, o tempo de reação e a memória dos participantes.

A alta concentração da cafeína e L-teanina presente no Matchá ajudam a prolongar a energia proporcionando um impulso estável sem gerar efeitos colaterais. Diferente do consumo do café que dá picos de energia intercalados com grandes baixas.

2. Emagrecimento

As catequinas presentes no Matchá ativam a atividade termogênica de queima de gordura do corpo, fazendo com que ele colabore com a perda de peso.

As epilocatequinas (EGCg) e a cafeína atuam juntas no aumento natural do funcionamento do metabolismo do corpo, acelerando e fazendo com que a queima de calorias ocorra de forma otimizada.

Além disso, o Matchá auxilia na regulação do intestino e na melhora da retenção de líquidos, o que favorece o emagrecimento.

 

3. Envelhecimento

Como mencionado, o Matchá se destaca por ser um superalimento rico em antioxidantes e, quando comparado a outros alimentos, apresenta um poder bastante surpreendente.

Ainda, ele contém substâncias com função bactericida e anti-inflamatória, o que também colabora com a prevenção do envelhecimento.

4. Doença hepática

Segundo o estudo “The effect of green tea intake on risk of liver disease: a meta analysis“, o chá-verde, da mesma família do Matchá, oferece benefícios protetores contra doenças hepáticas.

Incluindo carcinoma hepatocelular, esteatose hepática, hepatite,  cirrose hepática e doença hepática crônica.

5. Sistema imunológico

O Matchá é rico em vitaminas C, do complexo B e K, que ajudam a fortalecer o sistema imunológico, protegendo o organismo de agentes infecciosos e outras inflamações recorrentes.

Além disso, o EGCg auxilia no combate o crescimento de microrganismos causadores de doenças, como o vírus da hepatite, da gripe A, da herpes, entre outros.

6. Sono

O Matchá contém teína, quimicamente parecida com a molécula de cafeína e L-teanina, uma substância relaxante que auxilia na redução da alteração provocada pelo outro componente.

Esse equilíbrio faz com que o Matchá seja uma boa alternativa para manter o corpo desperto e com energia.

Informação nutricional (composição)

O Matchá é rico em antioxidantes e benefícios, como vimos acima. Confira a seguir sua composição nutricional:

Diferenças entre Matchá e chá-verde

O Matchá é feito da folha do chá verde, desidratada e moída após um cultivo especial. Ele é considerado mais poderoso que o chá verde por conter mais antioxidantes.

Durante sua produção, as folhas da planta são protegidas do Sol um mês antes da colheita. Após serem colhidas, são expostas ao vapor d’água e secam naturalmente, sofrendo oxidação e preservando os polifenóis naturais.

Após esse processo, são moídas e transformadas em um pó verde. Todo o processo garante a preservação de vários componentes da planta.

Com relação ao seu sabor, o Matchá é menos amargo que o chá-verde e pode ser usado em receitas ou misturado a bebidas quentes ou frias.

Matchá emagrece?

O Matchá auxilia no emagrecimento por se tratar de um chá com propriedades termogênicas. Elas ajudam a aumentar o calor produzido pelo organismo, favorecendo a queima de gordura.

Outra substância presente no Matchá que favorece o emagrecimento são as catequinas.

Como consumir

O Matchá é encontrado em pó e pode ser utilizado em receitas e bebidas.

A forma mais comum de consumo é o chá. A bebida pode ser preparada com uma colher de chá do pó para uma xícara de 300 ml de água, ou conforme as indicações do fabricante.

Para que não haja perda de nutrientes, é importante que a água não esteja fervendo, e o consumo deve ser sem açúcar.

Matchá — contra-indicações

Em relação ao Matchá, contra-indicações são incomuns. Por precaução, recomenda-se que mulheres grávidas e lactantes consumam sob prescrição e acompanhamento de um profissional da saúde.

Além disso, pessoas hipertensas ou com hipertireoidismo devem evitar o consumo, visto que o chá acelera o metabolismo e a frequência cardíaca.

Por conter cafeína, pessoas que sofrem com insônia também devem tomar cuidado com o consumo, principalmente à noite.

Onde comprar

Bloom Bits é uma marca especializada em produtos para nutrição completa e segura de forma prática.

Todos os superalimentos contêm ingredientes 100% naturais, vegetais e livres de contaminantes. Importante quando se trata de alimentos para melhorar a saúde, não acha?

O matchá da Bloom Bits é totalmente puro e cumpre os requisitos mais rigorosos de qualidade.

O chá vem em pó, com 125 g, e a recomendação de consumo é de 2 g ao dia. Isso faz com que ele tenha duração de dois meses custando o valor de apenas R$ 1,40 ao dia.

Se interessou? Clique aqui para encontrar esse superalimento no site da Bloom Bits!

Dúvidas? Escreva nos comentários, nosso time especializado irá lhe ajudar!

Para ficar por dentro de outras dicas de nutrição, alimentação e saúde, confira os outros artigos do blog!