óxido nítrico: corpo humano

Podemos dizer que o Óxido Nítrico (NO) serve para que você consiga guardar em sua memória tardia as informações que aprenderá neste blog post. Isso é apenas um exemplo das diversas atividades que essa molécula, conhecida como uma das mais importantes intermediadoras de processos intra e extracelulares no organismo, realiza.

Até a década de 1980, sabia-se apenas que o Óxido Nítrico (NO) era um gás encontrado no ar, considerado poluente e com potencial carcinógeno. Hoje se tem conhecimento que ele também está presente no corpo humano e é gerado de forma natural. 

Diferentemente da sua forma tóxica na atmosfera, no organismo ele oferece benefícios. Sua síntese é feita a partir do aminoácido L-Arginina e pode ser estimulada por diversos hábitos, incluindo uma alimentação adequada. Ficou curioso?

Neste blog post você aprenderá mais sobre:

    • Para que serve o Óxido Nítrico; 
    • Suplementação com Óxido Nítrico;
    • 4 dicas para aumentar o Óxido Nítrico de forma natural no corpo;
    • 6 alimentos que estimulam a produção de Óxido Nítrico pelo corpo.

Para que serve o Óxido Nítrico

Para que você entenda melhor as funções que o Óxido Nítrico desempenha, separamos as atuações dele pelos sistemas do corpo humano. Confira:

Sistema Nervoso

Como já mencionado, o Óxido Nítrico tem participação no aprendizado e memória. Além disso, no sistema nervoso, ele também tem funções de neurotransmissor entre outras células.

Sistema Cardiovascular

A função dessa molécula no sistema cardiovascular foi muito estudada, sendo atribuído a ela um papel protetor na hipertensão, na aterosclerose, na doença arterial coronariana e nas doenças tromboembólicas, como indica estudo.

O Óxido Nítrico  serve como um dilatador e age sobre as células das paredes dos vasos sanguíneos, causando o relaxamento do músculo liso e aumentando o fluxo.

Por isso também, que o NO ajuda a evitar a fadiga muscular e a aumentar a velocidade do ganho de massa. Isso se dá em  decorrência do maior quantidade de aminoácidos no sangue, força e resistência.

Sistema Respiratório

No sistema respiratório, a função do Óxido Nítrico é dilatar os brônquios. Isso ajuda a manter a oxigenação do organismo de forma eficaz. 

Sistema Imunitário

Quando produzido pelas células do sistema imunológico, o Óxido Nítrico serve como composto nocivo para bactérias, inibindo a replicação e proliferação de vírus, protegendo contra infeções, resfriados e outras doenças . 

Sistema Reprodutor

O Óxido Nítrico também desempenha um papel importante na ereção. Isso explica o mecanismo de alguns medicamentos, que envolvem essa molécula no tratamento da disfunção erétil.

É por essa e outras funções que o Óxido Nítrico é também conhecido como “A Incrível Molécula de Sinalização Biológica” ou “A Molécula da Saúde”.

Agora que você já tem conhecimento de tamanha importância desse gás no organismo, deve estar se perguntando sobre o que fazer para otimizar sua produção. Confira a seguir!

Suplementação com Óxido Nítrico

Os suplementos de Óxido Nítrico, na verdade, contêm ativos pensados para estimular e regular a produção de NO no corpo –  e não o gás em si. A ingestão varia de acordo com a marca, mas o importante é seguir a recomendação do produto.

Existem poucos relatos com relação aos efeitos colaterais da suplementação com Óxido Nítrico, visto que ele é uma molécula naturalmente produzida pelo organismo. 

Porém, alguns suplementos contêm junto cafeína, um estimulante que pode gerar complicações para as pessoas mais sensíveis. Vale ficar atento!

4 dicas para aumentar o Óxido Nítrico de forma natural no corpo

Não é só com suplementos que uma pessoa consegue otimizar o papel do Óxido Nítrico no organismo. Com algumas estratégias, pode-se potencializar os efeitos desse gás de forma natural. Veja abaixo algumas dicas:           

1. Aumente a ingestão de antioxidantes

Os antioxidantes ajudam a diminuir a quebra e a prolongar a vida do Óxido Nítrico em seu corpo.

2. Limite o uso de enxaguantes bucais

Antisséptico bucal contém agentes com ação antimicrobiana que matam muitos tipos de bactérias na boca, incluindo aquelas que ajudam a produzir Óxido Nítrico

3. Pratique exercício físico diariamente

Exercitar-se todos os dias também é uma forma de aumentar a quantidade de Óxido Nítrico no sangue. Com essa prática, o coração precisa bater mais forte para levar oxigênio ao corpo – o que acaba gerando maior quantidade de molécula a ser liberada.

4. Alimente-se bem

Uma boa maneira de aumentar os níveis de Óxido Nítrico no organismo é por meio da alimentação. No próximo tópico você verá alguns alimentos que estimulam a produção do gás.

6 alimentos que estimulam a produção de Óxido Nítrico pelo corpo

1. Beterraba

A beterraba impulsiona a produção de Óxido Nítrico, já que esse alimento é rico em nitratos.

2. Espinafre

Assim como a beterraba, o espinafre é uma excelente fonte de nitratos, compostos que atuam como precursor do gás. 

3. Chocolate amargo

Chocolate com teor de cacau superior a 70% é uma boa fonte de flavonóides, composto necessários para a produção de Óxido Nítrico

4. Sementes e nozes

As sementes e nozes são grandes fonte de arginina, que estimula a produção da molécula de NO. 

5. Melancia

A melancia contém citrulina, que quando ingerida é convertida em arginina por meio de enzimas. Dentro do corpo, ela acelera a produção de Óxido Nítrico.

6. Spirulina

A spirulina recebeu o título de “O Melhor Alimento para o Futuro” pela Organização Mundial da Saúde e estimula a produção do gás no organismo.

Um estudo publicado no periódico Hypertension, demonstrou que três meses de consumo regular da alga azul resultaram em melhorias na pressão arterial e na função endotelial de pacientes com sobrepeso e hipertensão. 

A spirulina é uma alga azul, que oferece diversos benefícios e ajuda a otimizar a síntese de Óxido Nítrico pelo seu corpo. Convidamos você a conhecer mais sobre esse superalimento

Para mais artigos, acompanhe o blog!