Quais são os benefícios da Cúrcuma?

Quais são os benefícios da Cúrcuma?

A Cúrcuma tem atraído intensa atenção nas últimas décadas em função do seu potencial terapêutico. E esse potencial se deve a presença de um princípio ativo extraordinário: a curcumina. A curcumina é um curcuminóide com grande poder antioxidante e anti-inflamatório sendo esses os benefícios que desencadeiam outras dezenas de benefícios da Cúrcuma. Descubra a seguir quais são os benefícios da Cúrcuma e como você pode potencializá-los.

Índice
  • Cúrcuma serve para que?
  • Quais são os benefícios da Cúrcuma?
  • E os benefícios do açafrão?
  • Por que tomar Cúrcuma com pimenta-preta
  • Benefícios da Cúrcuma em cápsulas

 

Cúrcuma serve para que?

A cúrcuma (Curcuma longa) é um tipo de rizoma que pertence à mesma família do gengibre. Ela é amplamente cultivada na região tropical do sul e sudoeste da Ásia, além de ocupar um posto importante na culinária da Malásia, Índia, China, Polinésia e Tailândia. Esse rizoma é frequentemente usado como tempero e também para dar cor à comida.

Muito além do uso culinário, a cúrcuma também é conhecida por ser usada há séculos na Índia e na China como recurso terapêutico para dezenas de doenças como problemas de pele, infecções, estresse e até depressão. Os efeitos da cúrcuma na saúde estão centrados em uma substância polifenólica chamada curcumina, que tem demonstrado uma ampla gama de benefícios terapêuticos.

Existem numerosas evidências  que mostram que a Cúrcuma possui atividades anti-inflamatórias, antioxidantes, antimicrobianas, anti cancerígenas e muito mais! Conheça 10 benefícios da Cúrcuma a seguir.

Quais são os benefícios da Cúrcuma?

1- Ameniza os sintomas da osteoartrite

A osteoartrite é uma doença caracterizada pelo desgaste da cartilagem e do revestimento articular. Essa doença geralmente acomete uma articulação inteira, sendo os joelhos, quadris, mãos e coluna as mais comumente afetadas. Estudos investigaram o efeito da Cúrcuma nos principais sintomas da osteoartrite, como dor, rigidez e funcionalidade. Os resultados demonstraram uma melhora  estatisticamente significativa nos desfechos relacionados à osteoartrite em comparação com o placebo. Esses resultados se devem provavelmente ao potencial anti-inflamatório da curcumina.

2- Contribui para a saúde da pele

Evidências crescentes expressam que a curcumina pode ajudar no tratamento de uma variedade de doenças dermatológicas. Desde acne, alopecia, dermatite, fotoenvelhecimento, psoríase e até vitiligo. Alguns estudos observaram melhora significativa na gravidade da doença de pele nos grupos que utilizaram a Cúrcuma. Esses achados reforçam que há boas evidências de que produtos e suplementos de curcumina, tanto orais quanto tópicos, podem fornecer benefícios terapêuticos à pele.

3- Ajuda na manutenção da saúde bucal

A Cúrcuma pode ser bastante útil na odontologia por ser uma substância não tóxica e também por suas propriedades anti-inflamatórias, antimicrobianas e antissépticas já demonstradas em estudos. A curcumina, que é o princípio ativo da Cúrcuma, tem um papel no tratamento de doenças periodontais e cânceres orais, além de ser usada como selante de fossas e fissuras, enxaguatório bucal e irrigante subgengival. Um estudo mostrou que o enxaguatório bucal de Cúrcuma pode ser efetivamente usado ​​como adjuvante na prevenção de placa e gengivite.

4- Ajuda no combate ao câncer

O princípio ativo da Cúrcuma já demonstrou potencial contra vários tipos de câncer e os achados são de fato animadores! Um estudo que investigou o mecanismo inibitório da curcumina em células cancerígenas concluiu que ela é capaz de melhorar a saúde geral do paciente por meio de um mecanismo que acelera a apoptose (morte) das células tumorais. Observou-se nesse estudo que a suplementação de Cúrcuma suprimiu a inflamação sistêmica e melhorou significativamente a qualidade de vida dos pacientes oncológicos.

5- Melhora a saúde cardiovascular

As doenças cardiovasculares são a causa número 1 de mortes no mundo todo atualmente. Sendo assim, proteger a saúde do coração nunca foi tão importante! Uma revisão da literatura relatou que os curcuminóides podem reduzir os níveis circulatórios de proteína C-reativa, que é um fator de risco e preditor independente de doenças cardiovasculares. Essa revisão também mostrou que o princípio ativo da Cúrcuma foi eficaz contra a aterosclerose e infarto do miocárdio. Esses efeitos foram devido a diminuição dos níveis de triglicerídeos, LDL (colesterol “ruim”) e colesterol total estimulados pela curcumina.

6- Ajuda a combater doenças respiratórias

O efeito da curcumina em diferentes doenças respiratórias já foi investigado por diversos estudos. A asma brônquica, por exemplo, é uma doença inflamatória crônica das vias aéreas que possui inúmeras opções de tratamento. Um estudo relativamente recente mostrou que a curcumina foi altamente eficaz como terapia complementar no tratamento da asma brônquica. A administração de cápsulas de curcumina melhoraram diversos sintomas típicos dessa doença como a desobstrução das vias aéreas e os parâmetros hematológicos.

7- Alivia sintomas de gastrite

A gastrite é um problema gastrointestinal comum causado pela produção de uma série de citocinas inflamatórias induzidas pela Helicobacter pylori. A dor e a sensação de queimação são sintomas típicos dessa condição em que as paredes do estômago estão lesionadas. De acordo com um estudo, esses sintomas foram expressivamente minimizados por meio do uso da suplementação de curcumina. Esse achado demonstra que a Cúrcuma pode ser um excelente recurso adjuvante no tratamento da gastrite.

8- Ajuda na prevenção do diabetes tipo 2

A curcumina também se mostrou muito eficaz no manejo de diferentes doenças metabólicas, como o diabetes tipo 2. Um estudo de intervenção realizado em uma população pré-diabética mostrou que a suplementação de curcumina foi capaz de reduzir significativamente o número de indivíduos que eventualmente desenvolveram diabetes tipo 2. A suplementação também mostrou melhorar a função geral das células β, provando que a intervenção com a Cúrcuma pode ser benéfica no contexto da pré-diabetes.

9- Melhora os sintomas da depressão

A depressão, assim como outras doenças psiquiátricas, é uma doença na qual muitas vias neuronais ficam desreguladas. A curcumina é entendida como uma substância que interfere em diversas vias, órgãos e sistemas do organismo e por isso o seu efeito sobre a depressão também foi investigado. Um estudo observou que o uso da curcumina em pacientes com depressão foi capaz de alterar os biomarcadores da doença, além de melhorar o humor dos pacientes. Esses efeitos foram observados em 8 semanas após o uso da Cúrcuma. 

10- Protege a saúde do fígado

Relatórios científicos demonstram que a curcumina tem alta capacidade terapêutica no tratamento de distúrbios hepáticos. O mecanismo da sua ação hepatoprotetora se deve às extraordinárias propriedades antioxidantes e antiinflamatórias. De acordo com estudos, a curcumina age como protetora da função hepática em diferentes doenças como, a hepatite B, hepatite C, doença hepática alcoólica, doença hepática gordurosa não alcoólica, hepatotoxicidade induzida por drogas, cirrose biliar e até no câncer de fígado. Se você quer proteger esse órgão tão importante, conte com a ajuda da Cúrcuma!

E os benefícios do açafrão?

Apesar de serem popularmente entendidos como sinônimos, Cúrcuma não é a mesma coisa que o açafrão. É importante compreender o que é cúrcuma para saber diferenciá-la corretamente do açafrão. Enquanto a Cúrcuma é obtida a partir de um rizoma (caule), o açafrão procede de uma flor.  

No entanto, ambos possuem propriedades culinárias e medicinais igualmente surpreendentes. 

O açafrão é uma das especiarias mais caras do mundo e suas propriedades funcionais se devem aos compostos safranal e crocina. Para esclarecer melhor a diferença, a curcumina está para a Cúrcuma do mesmo modo que o safranal e a crocina estão para o açafrão.  

Estudos mostram que o extrato de açafrão apresenta propriedades cardioprotetoras, analgésicas, afrodisíacas e quimiopreventivas. Além disso, assim como a Cúrcuma, estudos relatam que o açafrão também já foi utilizado como recurso terapêutico em pacientes com depressão.

Entenda melhor sobre as diferenças entre Cúrcuma e açafrão no artigo o que é cúrcuma“.

Por que tomar Cúrcuma com pimenta-preta

A curcumina é a principal substância bioativa da Cúrcuma, entretanto ela não é facilmente absorvida pelo organismo e por isso precisa de ajuda para ser incorporada completamente. Um dos agentes que contribuem para a biodisponibilidade da curcumina é a piperina, um componente da pimenta-preta. Essa é a principal razão pela qual a Cúrcuma deve ser ingerida junto com a pimenta-preta.

De acordo com estudos, a piperina é capaz de aumentar a biodisponibilidade da curcumina em 2000%. Essa substância presente na pimenta-preta facilita a passagem da curcumina pela parede intestinal e para corrente sanguínea. Ademais, a piperina também pode retardar a degradação do composto bioativo da Cúrcuma pelo fígado, aumentando os níveis sanguíneos dessa substância.

O resultado dessa combinação é um aumento dos potenciais benéficos da Cúrcuma à saúde. Embora cada uma ofereça seus próprios amparos à saúde, a curcumina e a piperina são ainda melhores juntas.

Estudos mostram que quando combinadas, a curcumina e a piperina são uma poderosa dupla de combate à inflamação. Os efeitos são tão expressivos que foram comparados aos efeitos de recursos alopáticos antiinflamatórios sem os efeitos adversos comuns dessas medicações. 

Benefícios da Cúrcuma em cápsulas

A Cúrcuma em cápsulas representa uma excelente forma de incluir esse poderoso ingrediente no dia a dia. Os benefícios são os mesmos, afinal trata-se do pó de Cúrcuma envolto em uma cápsula. Esse formato facilita o consumo trazendo praticidade, maior controle na quantidade ingerida e principalmente os extraordinários benefícios do seu princípio ativo, a curcumina.

A Cúrcuma em cápsula da Ocean Drop é feita com o extrato do rizoma da Cúrcuma da mais alta qualidade. Sua formulação contém 95% de curcuminoides além de ingredientes que aumentam a sua biodisponibilidade como TCM (Triglicerídeos de Cadeia Média) e Pimenta Preta. Com esses componentes juntos não tem como não obter os benefícios que a curcumina proporciona.

Quantas vantagens a Cúrcuma é capaz de oferecer não é mesmo? Que tal incluí-la hoje mesmo na sua rotina?

Referências

Conteúdo escrito por Rafaela Galvão, publicitária pela ESPM-SUL e estudante do 7˚ semestre de nutrição na Unisul. Desenvolve projetos de comunicação e produção de conteúdo para a área da saúde desde 2016.

Ficou com dúvida?

Tire suas dúvidas que iremos responder o mais rápido possível