qual-a-melhor-vitamina-para-casaço-fisico-e-mental

Você sabe qual a melhor vitamina para o cansaço físico e mental? Não é segredo para ninguém a importância de uma alimentação adequada, composta por cores variadas e, portanto, os mais diversos nutrientes. Quem não tem uma boa alimentação, geralmente sofre com falta de energia, o que atrapalha a rotina do trabalho, dos estudos, entre outras atividades.

Para consumir os nutrientes necessários a fim de prevenir a fadiga, uma boa opção é ingerir algumas vitaminas e minerais para você se manter disposto. E, neste artigo, vamos apresentar quais são.

Aqui você vai aprender sobre:

  • vitaminas para o cansaço físico e mental;
  • outros nutrientes para evitar a fadiga;
  • hábitos relacionados a fadiga física e mental;
  • superalimentos que ajudam no combate ao cansaço físico e mental.

Vitaminas para o cansaço físico e mental

Vitaminas do complexo B

As vitaminas do complexo B desempenham muitas funções essenciais no organismo, entre elas, a contribuição para a produção de energia, principalmente para o funcionamento do sistema nervoso. 

A vitamina B12, por exemplo, atua na transformação do alimento em energia e, portanto, o seu consumo é muito importante, já que a ingestão de baixas quantidades do nutriente pode resultar em cansaço físico e mental, segundo estudos da Royal College of Physicians.

Essa vitamina para o cansaço físico e mental é encontrada principalmente na alimentação de origem animal, como fígado, atum, truta, salmão, leites e ovos.

Vitamina C

Esse nutriente atua na síntese de carnitina, que é utilizada pela célula para produção de energia. Outro benefício da vitamina C é que ela é um ótimo antioxidante e age no combate aos radicais livres, ajudando a revigorar o organismo. 

Além de afetar o nível de energia, a falta de vitamina C também pode causar escorbuto, uma doença que provoca cansaço físico e mental, além de sangramentos na gengiva e irritações por todo o corpo. 

São fontes desse nutriente a acerola, o caju, a laranja, o abacaxi, a goiaba, o mamão, o kiwi, a manga e o morango. O corpo humano não é capaz de armazenar a vitamina C e, por isso, o ideal é consumir alguma dessas opções diariamente. 

Vitamina D

A vitamina D é bastante associada a otimização da absorção de cálcio e, consequentemente, à saúde dos ossos e dentes. Ainda, a falta desse nutriente também pode ser causa de cansaço físico e mental 

Ela pode ser obtida através da luz solar, que penetra na pele, desencadeando reações que levam a sua produção no organismo. A quantidade para suprir as necessidades do corpo depende de uma série de fatores, como idade e região em que a pessoa mora.

Essa vitamina para o cansaço físico e mental também pode ser adquirida a partir da alimentação ou suplementação. No entanto, são poucos os alimentos que contêm quantidades expressivas. 

Outros nutrientes para evitar e tratar a fadiga

Ferro

O ferro é muito importante, pois ajuda a transportar o oxigênio do pulmão para todas as células do organismo. Sem ele, o corpo humano não funcionaria corretamente, por isso, quando há deficiência do mineral, é comum que a pessoa sinta cansaço.

Para aumentar os níveis de ferro, é recomendado consumir alimentos ricos no nutriente, como carnes, vegetais verde-escuro e fontes de vitamina C, incluindo brócolis e laranja. 

Magnésio

O magnésio tem participação no metabolismo energético, que é o conjunto de reações com o objetivo de satisfazer as necessidades de energia de um indivíduo, além de ajudar no funcionamento muscular e neuromuscular.

Sendo assim, não é surpresa que a falta dessa substância pode aumentar a sensação de fadiga. Um estudo que avaliou a suplementação oral de magnésio em idosas, relatou que ele auxiliou o desempenho físico das pacientes.

 

Hábitos relacionados a fadiga física e mental

Além da alimentação com a ingestão de minerais e vitaminas para o cansaço físico e mental, é muito importante tomar cuidado com outros fatores, como estresse, ansiedade, depressão, noites mal dormidas, problemas metabólicos ou, ainda, o uso de alguns medicamentos.

A falta de energia pode estar relacionada com esses sintomas e com a presença de algumas doenças, portanto, caso sinta algum desses sinais constantemente, procure um médico para encontrar a causa e iniciar o tratamento adequado.

melhor vitamina para cansaço físico e mental: 7 hábitos para melhorar a fadiga

Superalimentos no combate ao cansaço físico e mental

Outras opções que contêm minerais e vitaminas para o cansaço físico e mental são a Spirulina e a Chlorella, que ajudam no combate a esses sintomas. A ingestão desses superalimentos do mar oferece quantidades boas de ferro e vitamina C,  respectivamente, além de outros nutrientes.

Um estudo realizado e controlado por placebo, relatou que a Spirulina pode aumentar a capacidade das pessoas de resistir à fadiga mental e física, já que produz um aumento significativo no rendimento de exercícios. 

Outro estudo randomizado sugeriu que “a ingestão de Chlorella tem o potencial de aliviar o estresse oxidativo e aumentar a tolerância à fadiga em condições de repouso”.

Além disso, há também o café termogênico, que pode proporcionar concentração, energia, disposição e gasto de calorias extras, pois é absorvido pelo organismo, ajudando a aumentar a resistência física e redução da fadiga. 

Mais uma descoberta importante foi a Sstaxantina, um pigmento vermelho também extraído de algas, conhecido como o maior antioxidante do mundo, que pode ajudar a combater o cansaço físico e mental. 

Nos orgulhamos de ser a única empresa no Brasil especialista em nutrição com algas e microalgas. Nosso portfólio é exclusivo e oferece benefícios complementares para você viver a máxima reconexão com os oceanos.

Para conferir a Super Spirulina, a Super Chlorella, a Super Astaxantina Vegana e outros de nossos superalimentos, entre em nosso site! Caso tenha ficado com alguma dúvida, deixe nos comentários que nossa equipe especializada estará disponível para lhe ajudar!

Gostou do conteúdo sobre vitamina para o cansaço físico e mental? Continue acompanhando o Blog da Ocean Drop para mais informações como esta! 

 

Conteúdo escrito por Suelen Costa. Nutricionista graduada pela Universidade Federal de Pelotas e pós-graduanda em Nutrição Funcional.