Vitamina A: para que serve? Descubra os benefícios e onde encontrar!

Vitamina A: para que serve? Descubra os benefícios e onde encontrar!

A vitamina A é um micronutriente, assim como todas as outras vitaminas. Sozinhos, nós não conseguimos produzir, mas precisamos ingerir esse nutriente constantemente e nas doses adequadas para ter um bom funcionamento dos órgãos. Caso contrário, a falta de vitamina A pode causar danos nos olhos, como cegueira noturna, entre outros prejuízos.

Continue lendo para entender a importância desse incírvel nutriente para a nossa saúde!
Índice
  • O que é vitamina A?
  • Vitamina A: para que serve?
  • Benefícios da vitamina A
  • A vitamina A auxilia mesmo em doenças oculares?
  • Quantidade recomendada para manter a saúde dos olhos
  • Onde encontrar vitamina A

O que é vitamina A?

A vitamina A é um composto lipossolúvel encontrado na natureza em formato de carotenoide nos alimentos vegetais e, como retinol, nos alimentos de origem animal. O carotenoides, também chamados de pró-vitamina A, são metabolizados em nosso organismo, em formato de retinol. Quanto maior for a concentração de caroteno, mais escura será a cor do alimento.

Existem mais de 700 tipos de carotenoides e os mais abundantes no corpo humano são:  licopeno, betacaroteno, alfacaroteno, criptoxantinas, neo-xantinas , viola xantinas, luteína e zeaxantina. Cada alimento pode apresentar uma composição carotenoide, desempenhando ações mais específicas no nosso organismo.

Vitamina: para que serve?

A ação da vitamina A vai além da saúde ocular, já que ela atua na formação dos ossos, pele, olhos e sistema imune. Nos adultos, sua ação anti-inflamatória é interessante para saúde do sistema cardiovascular, doenças autoimunes, envelhecimento celular e combate aos radicais livres. Outra ação importante da vitamina A é na manutenção de saúde dos órgãos reprodutivos, das mucosas dos olhos, assim como do sistema respiratório e intestinal.

Principais funções da vitamina A

  • Desenvolvimento e crescimento humano;
  • formação da retina;
  • filtração da luz azul nos olhos;
  • adaptação visual para a escuridão;
  • resposta imunológica;
  • ação antioxidante;
  • retardo do envelhecimento celular;
  • formação do colágeno.

Benefícios da vitamina A

A vitamina A forma um grupo de compostos que afetam muitas áreas do nosso corpo, como a visão, o crescimento ósseo, a imunidade, entre outras. A suplementação da vitamina A faz parte de estratégias globais para a redução da mortalidade infantil. É muito poderosa essa vitamina, não é mesmo? Confira alguns dos seus benefícios:

1. Formações estruturais do corpo

A vitamina A tem papel fundamental durante a formação do feto. Sua deficiência ou excesso podem causar má formação dos ossos, olhos e órgãos viscerais. Uma revisão de estudos apresentou que a suplementação de vitamina A em bebês que nasceram com menos de 1,5 kg está associada à redução das taxas de mortalidade.

2. Saúde dos olhos

A luteína e a zeaxantina são carotenoides encontrados apenas nos olhos, desempenhando funções determinantes na manutenção da saúde ocular. Eles formam a retina, filtram a luz dos olhos, enviam sinais para os neurônios e mantém a lubrificação ocular.

3. Imunidade

A deficiência de vitamina A foi apresentada em alguns estudos como fator de diminuição da resistência contra as infecções. Em sua dosagem adequada, a vitamina A regula as células do sistema imune. Ela também forma as mucosas, que são barreiras físicas presentes nos olhos, intestino e sistema respiratório.

A vitamina A auxilia mesmo em doenças oculares?

Os sinais e sintomas da deficiência de vitamina A são estudados há muito tempo e com mais detalhes em comparação com a carência de outras vitaminas. Um dos motivos disso é porque o olho é o principal órgão atingido pela deficiência.

Veja quais doenças oculares a vitamina a pode atuar:

Além das complicações por conta da deficiência, ela é essencial para a manutenção dos tecidos da córnea e na conjuntiva. A ausência da vitamina A no organismo prejudica a formação de lágrimas, causando secura ocular, que, se não for tratada, pode trazer mais complicações, como ceratomalácia, úlcera de córnea e cegueira irreversível.

A boa notícia é, que a maioria dessas patologias podem ser reversíveis e/ou tratadas com o uso de suplementação da vitamina A.

Onde encontrar vitamina A?

Presente em vários alimentos, podemos consumir a vitamina A em qualquer refeição. Como você aprendeu aqui, existem vários tipos de vitamina A classificados pelos carotenoides. Veja aqui a lista com os alimentos ricos em cada carotenoide:

  • betacaroteno: cenoura, batata doce, espinafre, brócolis, couve, abóbora, manga e damasco;
  • licopeno: tomates e melancia;
  • luteína e zeaxantina: brócolis, gema do ovo, espinafre, pimentão amarelo, couve, milho e abóbora;
  • beta criptoxantina: tangerina, laranja, pimentão vermelho, pêssego, mamão e milho.

Gostou deste conteúdo?

Se ficou com alguma dúvida, deixe aqui nos comentários. 

Referências

Conteúdo escrito por Vitória C. Diehl, cozinheira chef pela Univali e estudante do 7˚ semestre de nutrição na Unopar. Atua na área de gastronomia desde 2012 e produção de conteúdo para área da saúde desde 2021.

Ficou com dúvida?

Tire suas dúvidas que iremos responder o mais rápido possível
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]