Conheça as diferenças entre óleo de MCT e óleo de coco

Conheça as diferenças entre óleo de MCT e óleo de coco

Os MCTs, triglicerídeos de cadeia média, em inglês, medium chain triglycerides, são um tipo de óleo classificado pelo comprimento. Além desse tipo, existem os triglicerídeos de cadeia curta e longa também. E você sabe porque o óleo de MCT e o óleo de coco têm relação? Embora seja possível consumir o óleo de MCT puro, o óleo de coco também contém triglicerídeos de cadeia média na sua composição. 

Quer entender porque consumir o óleo de MCT e quais as diferenças entre o MCT e o óleo de coco? Continue lendo para descobrir tudo sobre o assunto
Índice
  • O que é MCT? 
  • As principais características do MCT
  • Benefícios do MCT
  • O que é óleo de coco?
  • Diferenças entre óleo de coco e óleo de MCT
  • Afinal, qual dos dois é melhor?

O que é MCT?

O MCT, ou TCM, é classificado como triglicerídeo de cadeia média, já que é formado por 8 até 12 moléculas de carbono. Não é possível encontrar o MCT livre na natureza e, por isso, é preciso fazer a extração do MCT de algum alimento.

Preste atenção na analogia: se usarmos a manteiga como exemplo, ela é uma gordura de origem animal, que vem do leite das vacas, mas não conseguimos tirar a manteiga direto da vaca. Precisamos primeiro tirar o leite, para então, extrair a manteiga. O MCT também precisa ser extraído – e, normalmente, o alimento de origem é o óleo de coco. 

inar dapibus leo.

As principais características do MCT

Muito conhecido por ser uma fonte rápida de energia, o MCT, diferente dos outros óleos, não precisa de sais biliares para ser absorvido pelo intestino. É como se ele tivesse passe-livre dentro do nosso organismo. 

Entenda como é o fluxo do MCT: depois que o MCT é absorvido pelo intestino, ele é transportado rapidamente ao fígado. Chegando nas células hepáticas, diferentemente das outras gorduras que usam a carnitina, ele tem novamente um passe livre para entrar na mitocôndria (aquela organela que aprendemos na escola que é responsável pela geração de energia). 

Por conta dessa metabolização rápida, o MTC tem uma baixa probabilidade de ser depositado e estocado no organismo, causando uma esteatose hepática ou o crescimento do tecido adiposo. 

Características do MCT:

  • inodoro (não tem cheiro); 
  • insípido (não tem sabor);
  • não possui ácidos graxos essenciais na composição;
  • encontrado em pó ou em óleo;
  • responsável por aumentar o valor calórico da refeição;
  • fonte de combustível alternativa ao cérebro, quando a glicose está em falta.

Benefícios do MCT

  • Ajuda a aumentar o período de saciedade;
  • pode diminuir o apetite ao longo do dia;
  • auxilia no aumento da oxidação de gorduras durante exercício aeróbico (em comparação aos carboidratos);
  • contribui com a melhora da palatabilidade em dietas cetogênicas;
  • tem a capacidade de melhorar a função cognitiva em adultos e idosos. 

O que é óleo de coco?

É uma gordura saturada extraída do fruto do coco. Existem dois principais tipos: o óleo de coco refinado, que não tem sabor e nem odor, e o óleo de coco extra-virgem, que tem baixa acidez, no máximo 0,5%, e não passa por altas temperaturas no processo de extração. 

O óleo de coco vem apresentando alta popularidade nas mídias por oferecer possíveis benefícios à saúde, como para o coração, níveis de colesterol e até emagrecimento. Além disso, há evidências limitadas, mas já são consistentes, de que o ácido láurico, presente no coco, é o possível responsável por uma atividade antimicrobiana. Os produtos com óleo de coco também podem servir no uso de dermatite atópica, assim como prevenção de cárie dentária e de danos aos cabelos.   

No entanto, é preciso ressaltar que as revisões e diretrizes não recomendam a substituição total do óleo vegetal rico em gordura insaturada por óleo de coco. 

Diferenças entre óleo de coco e óleo de MCT

Como mencionado anteriormente, o óleo de MCT contém apenas os triglicerídeos de cadeia média, enquanto as gorduras presentes no óleo de coco extravirgem são bem variadas. O coco ainda apresenta alguns nutrientes, como a vitamina E, e compostos bioativos, como os polifenóis. 

Os estudos relatam que o ácido láurico, encontrado no óleo de coco, apresenta benefícios porque se comporta no organismo como os triglicerídeos de cadeia média e longa do ponto de vista metabólico. Porém, não é possível estender os benefícios do MCT puro ao óleo de coco refinado ou extra-virgem, já que no óleo de coco há a presença de muitos outros ácidos graxos e apenas 45% deles são MCT.

Afinal, qual dos dois é melhor?

A resposta para essa pergunta é: depende! Se for para usufruir dos benefícios do MCT, a melhor escolha é o óleo puro de MCT. Seria necessário uma grande quantidade de óleo de coco para ter níveis relevantes de MCT no metabolismo energético.
Para usos culinários pontuais, como no preparo de um bolo, por exemplo, assim como para pessoas que têm alergia ou intolerância ao leite ou lactose, o óleo de coco é uma boa alternativa! Além de tudo, ele pode deixar um sabor de coco delicioso nas preparações. 

Referências

Conteúdo escrito por Vitória C. Diehl, cozinheira chef pela Univali e estudante do 7˚ semestre de nutrição na Unopar. Atua na área de gastronomia desde 2012 e produção de conteúdo para área da saúde desde 2021.

Ficou com dúvida?

Tire suas dúvidas que iremos responder o mais rápido possível