O que fazer para acabar com o cansaço físico e mental?

O que fazer para acabar com o cansaço físico e mental?

Acordar, levantar da cama e, apenas realizar as atividades diárias normais, é muito difícil para você? Se sim, você pode estar experimentando um excesso de cansaço físico e mental. Costumamos considerar o cansaço como algo negativo que impede a produtividade. Porém, a verdade é, que se sentir cansado é um processo natural e importante para o organismo. A sensação de cansaço é responsável por desacelerar o corpo no final do dia, nos preparando para dormir, além de proteger os músculos de lesões. No entanto, por vezes, o cansaço físico e mental pode se tornar uma força negativa, inconveniente e completamente debilitante.

Para reverter esse quadro, é essencial entender a origem do cansaço e avaliar os recursos disponíveis para combatê-lo. Acredite, a solução para isso pode ser mais simples do que você imagina e, provavelmente, a resposta está aqui neste artigo.

Índice
  • Qual a diferença entre cansaço físico e mental?
  • Quais as causas do cansaço físico e mental?
  • 5 táticas para acabar com o cansaço físico e mental
  • Saiba mais sobre a relação entre spirulina e energia
  • Onde encontrar spirulina?

Qual a diferença entre cansaço físico e mental?

Há importantes diferenças entre o cansaço físico e mental. Saber diferenciá-los é essencial para identificar a causa e escolher o melhor recurso para amenizá-lo. 

Como o próprio nome já revela, o cansaço físico acomete o corpo físico, em especial os músculos. Pessoas que sentem cansaço físico têm dificuldades para realizar atividades simples, como subir escadas, varrer o chão, arrumar a cama, caminhar até o supermercado da esquina, etc. O principal sintoma desse tipo de cansaço é a fadiga muscular, porém, algumas pessoas podem sentir também dores musculares e dores nas articulações. Todos esses sintomas promovem uma lentidão psicomotora, além de danos na reação corporal automática a estímulos (reflexo).

Já o cansaço mental, interfere nas capacidades mentais. Pessoas fatigadas mentalmente se sentem sonolentas, têm dificuldades para permanecer acordadas durante o dia, se concentrar e manter o foco. Quando o cansaço é de ordem mental, o cérebro provavelmente está sobrecarregado e há um desequilíbrio no sistema nervoso central que, por sua vez, aumenta a produção de hormônios relacionados ao estresse.

Quais as causas do cansaço físico e mental?

Há diversas causas possíveis para o cansaço físico e mental, que vão desde simples noites mal dormidas, até distúrbios hormonais sérios. Saiba mais:

  • causas relacionadas ao estilo de vida: privação de sono frequente devido ao trabalho ou intensa vida social, sedentarismo, má alimentação, consumo excessivo de café e bebidas energéticas, excesso de álcool, etc;
  • causas relacionadas ao trabalho: trabalhos que exigem muito fisicamente, cargos de alta responsabilidade, ambiente  estressante, carga horária excessiva, etc;
  • causas relacionadas a preocupações emocionais e saúde mental: depressão e ansiedade são duas condições que podem causar cansaço mental e físico constante;
  • causas médicas: a frequente sensação de cansaço pode estar relacionada a distúrbios da tireoide, doenças cardíacas e até mesmo diabetes.

5 táticas para acabar com o cansaço físico e mental

Depois de identificar a provável causa do cansaço, é possível encontrar as soluções mais adequadas para você! Listamos aqui, 5 maneiras eficazes para acabar com o cansaço físico e mental:

1. Dormir melhor

Isso mesmo! Pode parecer óbvio, mas a resposta para o cansaço pode estar nas suas horas de sono. O sono é essencial para manter a saúde imunológica, restaurar a energia e consolidar a memória. Manter uma boa qualidade de sono – em duração e profundidade – é muito necessário para a saúde geral e o bem-estar. O problema é, que boa parte das pessoas subestima o poder que dormir melhor exerce sobre as nossas vidas e, comumente, as horas de sono são as primeiras a serem renunciadas em função de outras tarefas. 

2. Praticar atividade física

Pode ser um tanto quanto paradoxal, mas quanto menos você se movimentar, mais cansado se sentirá. O cansaço nos desmotiva para realizar qualquer esforço físico e isso acaba criando um círculo vicioso. A boa notícia é, que pequenas atitudes para sair do sedentarismo, como apenas uma caminhada de 10 minutos por dia, já pode ajudar na sensação de cansaço. 

Um estudo realizado com estudantes universitários mediu os efeitos do exercício físico de baixa intensidade nos níveis de cansaço mental. Como resultado, os indicadores de cansaço mental foram amenizados, assim como a fadiga geral e qualidade do sono nos estudantes que praticavam exercício físico de baixa intensidade diariamente.

Um outro estudo, que avaliou os efeitos da atividade física em comparação à inatividade física na fadiga muscular, constatou que o treinamento físico crônico foi capaz de aumentar a capacidade dos músculos de resistir à fadiga.

3. Não trabalhar excessivamente

Trabalhar muitas horas por dia, trabalhar aos finais de semana e passar anos sem férias fazem parte da nossa sociedade atual. No entanto, são práticas que podem acabar com a saúde no longo prazo. Um estudo constatou que o cansaço está fortemente associado à sobrecarga de trabalho, falta de férias, horas extras frequentes, pouco tempo de lazer e também a conflitos constantes com chefe ou colegas de trabalho.

4. Cuidar da alimentação

Muitos fatores influenciam na sensação de cansaço físico e mental, incluindo a alimentação. O corpo precisa gastar muita energia para metabolizar alimentos ricos em gordura saturada ou açúcar, por exemplo. Portanto, pessoas que têm um padrão alimentar baseado em alimentos desse tipo, frequentemente se sentem cansadas e sonolentas. Por outro lado, alimentos mais leves, ricos em fibras, vitaminas e minerais, ajudam o corpo a ter mais energia e disposição. É por isso que a alimentação é uma excelente aliada no combate ao cansaço.

5. Tomar spirulina

Ainda falando sobre alimentação, há um crescente corpo de evidências indicando que a spirulina pode ser um ingrediente chave no combate ao cansaço físico e mental. Um estudo observou que, após 1 semana, o consumo de 3 g ao dia de spirulina fez aumentar a capacidade das pessoas de resistir à fadiga física e mental. A sensação de cansaço físico e mental dos participantes mostrou melhora dentro de 4 horas após a primeira dose de suplementação – e isso se manteve nas 8 semanas seguintes. 

Estudos clínicos preliminares também sugeriram que a spirulina pode ajudar a reduzir a fadiga mental, além de proteger a parede vascular dos vasos cerebrais e regular a pressão interna, contribuindo para a prevenção de doenças cerebrovasculares. De fato, a spirulina tem demonstrado ser uma alga poderosa para a saúde humana, especialmente para a saúde do cérebro.

Saiba mais sobre a relação entre spirulina e energia

Um dos principais atributos que a spirulina oferece para saúde cerebral são as suas capacidades antioxidantes, anti-inflamatórias e neuroprotetoras. Isso ocorre porque os superalimentos fornecem uma vasta série de vitaminas, minerais, macronutrientes e compostos fitoquímicos importantes para a saúde do cérebro. 

Quando incluídos na dieta, os nutrientes da spirulina interagem primeiramente com o microbioma do intestino, levando à produção de pequenas moléculas bioativas. Essas moléculas ajudam a promover gêneros bacterianos envolvidos na produção de neurotransmissores, como GABA e serotonina. O GABA é um neurotransmissor envolvido no relaxamento e, como vimos anteriormente, uma das causas para o cansaço físico e mental é a falta de descanso e sono adequados. 

evidências demonstrando que os derivados bioativos da spirulina podem modular múltiplas funções neuronais por mecanismos diretos e indiretos, contribuindo para a saúde geral do cérebro, para a sensação de disposição e bem-estar. 

Onde encontrar spirulina?

A spirulina pode ser encontrada na forma de pó, tablets ou cápsulas. Atualmente, as cápsulas e tablets são melhores aceitas porque inibem o odor característico, que pode ser desagradável para algumas pessoas.

É essencial buscar uma spirulina que passa por um rígido controle de qualidade – e essa spirulina você encontra no site da Ocean Drop! 

Clique aqui para acessar a loja online e adquirir a sua spirulina hoje mesmo!

 

Referências

Conteúdo escrito por Rafaela Galvão, publicitária pela ESPM-SUL e estudante do 6˚ semestre de nutrição na Unisul. Desenvolve projetos de comunicação e produção de conteúdo para área da saúde desde 2016.

Ficou com dúvida?

Tire suas dúvidas que iremos responder o mais rápido possível