capa: cuidados com a pele

Os especiais cuidados com a pele durante o inverno estão ligados diretamente às temperaturas mais baixas, assim como à redução da umidade do ar. Isso porque as características dessa época mais fria do ano contribuem para deixar a derme com maior sujeição ao ressecamento.

Se condições, como lábios rachados, rosto descamando e outras partes do corpo com aspecto áspero são comuns para você com a chegada do frio, saiba que esses são alguns sinais de “socorro” que sua pele dá e, se não forem resolvidos, podem predispor ao desenvolvimento de doenças.

Então, quer saber mais sobre como manter o seu tecido cutâneo saudável e bonito mesmo no inverno? Continue ligado(a) na leitura do conteúdo! Aqui explicaremos quais são os cuidados que você deve ter no dia a dia e, ainda, outras informações importantes acerca do assunto.

Índice

  • Fatores que prejudicam a pele no inverno
  • Doenças de pele associadas ao frio
  • 5 cuidados com a pele no inverno
  • Submarine – A linha de cosméticos naturais da Ocean Drop

Fatores que prejudicam a pele no inverno

Você faz parte do grupo de pessoas que ama a época mais fria do ano? Ou, quando a temperatura baixa, é do tipo que torce para o calor voltar logo? Independentemente da sua resposta, o fato é, que todo mundo precisa adotar alguns cuidados com a pele no inverno. Veja abaixo o porquê:

Tempo seco

Nessa estação, é comum a umidade relativa do ar cair de forma significativa. Quando os níveis estão abaixo dos 30%, a situação já é considerada como estado de atenção e a população começa a sentir os efeitos no corpo, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS).

Como resultado do tempo seco, ocorre a desidratação das células, principalmente das mucosas e da pele. o que acaba refletindo no ressecamento das narinas e dos olhos e até no aspecto áspero e na descamação que sentimos em nossa derme.

Falando especificamente do rosto, mesmo em peles oleosas, é comum observá-las mais secas com a baixa umidade. No entanto, vale lembrar que oleosidade não é sinônimo de hidratação, assim como a falta dela não significa algo bom. Portanto, os cuidados em ambas situações devem se fazer presentes.

Baixas temperaturas

Com a presença do frio, é muito comum banhos mais demorados e quentes, não é mesmo? Isso é capaz de agredir extremamente o nosso “cartão de visitas”, retirando parte de sua barreira protetora e, por consequência, causando o ressecamento.

Durante a época, é também habitual a menor ingestão de água, afetando o nível de hidratação de todo o organismo. Ainda, é natural que dê aquela preguiça em utilizar hidratantes no corpo, negligenciando o processo e piorando o indesejável quadro de pele. 

Uma rotina adequada de skincare é muito importante no inverno e existem maneiras de facilitá-la, além de produtos maravilhosos para ajudar a combater a secura da pele, como você verá ao final do conteúdo. Para isso, siga atento(a) na leitura!

Doenças de pele associadas ao frio

O ressecamento da pele não é um problema relacionado apenas à estética, pois, principalmente durante o inverno, algumas doenças podem se manifestar por causa dele, como, por exemplo: psoríase, dermatite atópica e dermatite seborreica. A seguir você entenderá mais sobre cada uma delas:

Psoríase

Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, essa doença costuma apresentar-se no formato de lesões cutâneas, geralmente caracterizadas por placas avermelhadas, espessas, bem delimitadas e com descamação, que podem surgir em qualquer parte do corpo.

Climas secos e frios, que favorecem o ressecamento da pele, estão associados ao desencadeamento de psoríase. Contudo, fenômenos emocionais, como o estresse e a ansiedade, têm um papel importante em seu aparecimento também.

Dermatite atópica

Essa doença costuma manifestar-se em quem tem bronquite, asma e rinite, sinônimos de maior preocupação durante a estação mais fria do ano também. Irritação da pele, coceira e lesões, que tornam o local afetado mais grosso, áspero e escurecido, são os sintomas mais comum da dermatite atópica.

Seu surgimento está diretamente relacionado à falta de hidratação do organismo, pois o paciente apresenta deficiência na barreira de proteção da pele. Por isso, banhos muito quentes e demorados prejudicam e predispõe esse tipo de dermatite, por exemplo.

Dermatite seborreica

Entre as áreas afetadas estão face, sobrancelhas, cantos do nariz, orelhas e couro cabeludo. Na região da cabeça, a dermatite seborreica é a responsável pela caspa, que varia em descamações pequenas e finas ou até em grandes crostas.

Assim como a dermatite atópica, a seborreica também tem piora dos quadros durante o inverno devido aos mais diversos fatores da época. As manifestações mais frequentes são caracterizadas pela intensa produção de oleosidade, descamação e prurido.

5 cuidados com a pele no inverno

Agora que você já sabe todos os fatores que afetam a saúde e beleza da sua pele durante o frio, assim como as doenças relacionadas a ele, deve estar se perguntando o que fazer. Por isso, separamos 5 dicas especiais para você proteger sua derme no inverno! Confira:

1. Beba água

No frio é comum sentir menos sede, mas, mesmo assim, é essencial que você não deixe de tomar água, combinado? Esse líquido é extremamente importante para hidratar todos as células do organismo, permitindo o seu bom funcionamento e a integridade da pele também.

Para saber a quantidade adequada de água para ingerir ao dia, basta realizar a seguinte conta: multiplique o seu peso atual por 0,35. Se você pesa 70 kg, terá de beber, em média, 2,5 l de água diariamente, por exemplo. Lembre-se: chás, café, entre outros líquidos, não são substitutos de água.

2. Evite banhos muito quentes e demorados

Por mais que seja tentador permanecer por um longo período em um banho com água quente durante o inverno, isso causa danos à camada protetora da pele. Então, deve-se dar preferência à água morna e não exceder o tempo necessário a fim de evitar o ressecamento do tecido cutâneo.

Ainda, é recomendado evitar sabonetes que ressecam a pele e o uso de esponjas e buchas muito ásperas por mais que uma vez na semana. Caso contrário, como mencionado, essas ações podem, inclusive, aumentar a predisposição ao surgimento de algumas doenças.

3. Aplique protetor solar

A pele precisa receber protetor solar no inverno, já que, mesmo que os raios UVB sejam os maiores causadores de queimaduras durante o verão, no frio, eles continuam atuando junto com a radiação UVA, que é capaz de acelerar o processo de envelhecimento e causar câncer de pele.

Portanto, escolha um produto adequado com Fator de Proteção Solar (FPS) superior ou igual à 30. Utilize-o todos os dias para manter os cuidados com a pele, igualmente quando estiver tempo nublado. Mesmo escondidos por trás das nuvens, os raios UV são capazes de chegar na pele e causar males.

4. Proteja os lábios

Os lábios possuem uma pele extremamente fina e delicada, que fica exposta diretamente ao tempo seco e ao frio durante o inverno. Por isso, são, normalmente, o primeiro lugar a apresentar sintomas de rachadura, causados pelo ressecamento da área durante a chegada das baixas temperaturas.

Para amenizar e tratar a situação, é recomendado evitar retirar as “pelezinhas” e utilizar produtos que hidratam os lábios, como manteiga de cacau e lip balms. Umedecer com saliva, embora proporcione alívio temporário, tem como consequência o maior ressecamento posteriormente.

5. Utilize hidratantes faciais e corporais

Assim como os lábios, o rosto é uma região muito exposta ao frio e à baixa umidade relativa do ar e, por esse motivo, precisa de cuidados especiais. Hidratantes faciais devem ser aplicados tanto em peles secas, como em oleosas, pois evitam a perda de água e recuperam a barreira de proteção.

Embora o corpo não fique exposto diretamente às variáveis de tempo do inverno, ele também necessita de cuidados e um creme corporal hidratante adequado. Você pode utilizá-lo logo após o banho para otimizar sua absorção e, ainda, evitar de passar frio

Submarine - A linha de cosméticos naturais da Ocean Drop

submarine: hidratante facial antioxidante
Hidratante Facial Antioxidante
capa-blog-padrao-cuidado-com-a-pele-hidratante
Hidratante Corporal Antioxidante

Astaxantina, o antioxidante mais potente da natureza no formato nanoencapsulado, Óleo de Coco Babaçu e Manteiga de Cupuaçu compõe a incrível formulação do Hidratante Facial Antioxidante da Submarine. Esse produto vegano e cruelty free ajuda a hidratar a pele de forma natural, profunda e eficiente.

Além disso, a alta absorção dos ativos contribui para restaurar o tecido cutâneo, atuando contra o ressecamento e proporcionando suavização de linhas finas e rugas. É apropriado para todos os tipos de peles e idades.

Com ingredientes biodegradáveis e que não poluem os oceanos, o Hidratante Corporal Antioxidante da Submarine, assim como o Facial, é ideal para todos os tipos de peles e idades. Ele apresenta alta concentração de ativos funcionais incríveis, trazendo em sua formulação a Astaxantina também.

Gostou do conteúdo?

Os cuidados com a pele no inverno são essenciais para manter o maior órgão do nosso corpo saudável e bonito mesmo com a presença do frio.

Caso a sua pele seja muito sensível, esteja ressecada ou com a presença de alguma lesão, é fundamental conversar com um dermatologista. 

A Ocean Drop é a única empresa no Brasil especializada em superalimentos com algas e microalgas. Para conhecer o nosso portfólio completo e exclusivo, acesse aqui!

Cada vez mais a rotina de skincare está se tornando uma prioridade, pois, além de proteção para a pele, o tempo reservado para si próprio é associado ao prazer imenso.

Nossa linha de cosméticos, Submarine, foi feita para proporcionar cuidados para a o seu “cartão de visitas” a partir de ativos dos oceanos. Entre aqui e confira em nosso site já!

Caso tenha ficado com dúvidas, deixe nos comentários! Ficamos felizes com a sua contribuição e logo nossa equipe responsabilizada irá respondê-lo(a)!

Para continuar por dentro de assuntos sobre beleza, qualidade de vida e bem estar, siga acompanhando o Blog da Ocean Drop! Até a próxima!