Herpes: O que É e Como Prevenir Naturalmente

Herpes: O que É e Como Prevenir Naturalmente

Você sabe o que é herpes simples? Essa infecção é altamente contagiosa e comum na população, sendo percebida por pequenas bolhas na boca ou região genital, como pênis e vagina, por exemplo.

Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, 99% da população adulta já teve contato com o vírus. Infelizmente, essa doença não tem cura, mas a boa notícia é, que ela pode ser prevenida e, melhor ainda, de maneira totalmente natural. Quer saber mais sobre o assunto? Siga lendo!

Índice

  • Herpes – o que é
  • Como se pega herpes
  • Fatores que podem desencadear a herpes
  • Sintomas da herpes simples
  • Tratamento da herpes simplex
  • Como prevenir herpes simples

Herpes - o que é

A herpes é uma doença ocasionada por vírus. Existem 8 tipos de vírus da herpes que podem causar doenças em humanos. Entre eles, os herpes tipo 1, 2 e 3 provocam quadros semelhantes.

A doença pode se manifestar em diversas partes do corpo, através de bolhas agrupadas que parecem feridas, mas os lugares mais comuns são a boca e os órgãos genitais.

O herpes simplex é o tipo de vírus da herpes que mais acomete os indivíduos. Ele compreende o herpes simplex tipo 1 (HSV-1) e o herpes simplex tipo 2 (HSV-2):

  • HSV-1: é caracterizado, principalmente, pelas lesões orais, como herpes na boca;
  • HSV-2: geralmente causa lesões genitais, mas a distinção não é absoluta, pois essas infecções também podem ocorrer devido o HSV-1.

Como se pega herpes simples

Sendo altamente contagiosa, a herpes simples pode ser transmitida de pessoa para pessoa através do contato direto. As crianças frequentemente contraem o HSV-1 a partir da proximidade com um adulto infectado e passam a carregá-lo pelo resto de suas vidas.

Enquanto as vesículas da herpes estiverem com conteúdo líquido, elas são infectantes. É preciso que o indivíduo tenha contato direto com essas feridas para ocorrer a transmissão.

  • HSV-1: pode ser contraído a partir de interações gerais, como o ato de comer dos mesmos utensílios, compartilhar protetor labial e através do beijo;
  • HSV-2: na maioria das vezes, é contraído através do contato sexual com alguém que tem esse tipo de vírus ativo. 

Fatores que podem desencadear a herpes

O vírus de herpes pode permanecer latente, ou seja, sem se manifestar no organismo por um longo período, como também, ser capaz de provocar recidivas de tempos em tempos.

Para quem já tem o vírus, existem alguns fatores que podem desencadeá-lo, como, por exemplo, exposição solar excessiva, alimentação insuficiente, estresse e falta de sono de qualidade.

Todas essas situações ajudam a enfraquecer o sistema imunológico, podendo ativar o vírus e, dessa forma, favorecer o surgimento das feridas.

Leia mais em: 8 Dicas para Aumentar a Imunidade Baixa Incluindo as Vacinas

Sintomas da herpes simples

Como você viu, mesmo que uma pessoa esteja sem sintomas visíveis, pode estar infectada pelo vírus da herpes. No entanto, quando aparente, alguns dos sinais associados a esse vírus incluem:

  • feridas com diversas bolhas (na boca, vagina ou pênis, por exemplo);
  • dor ao urinar;
  • coceira.

É possível que os sintomas sejam semelhantes aos da gripe também, abrangendo:

  • febre;
  • gânglios linfáticos inchados;
  • dor de cabeça;
  • indisposição;
  • falta de apetite.

Além disso, o HSV também pode se espalhar para os olhos, causando ceratite por herpes. Dessa forma, há presença de dor, secreção e uma sensação de areia também.

Tratamento da herpes simplex

O tratamento se concentra em eliminar as feridas, mas é possível que elas desapareçam sem precisar realizá-lo. É indicado consultar com um médico, pois esse profissional de saúde pode receitar que você use um ou mais dos seguintes medicamentos a seguir:

  • aciclovir;
  • famciclovir;
  • valaciclovir.

Esses medicamentos, que podem estar na forma oral, creme ou injeção, servem para ajudar as pessoas infectadas com o vírus a reduzirem o risco de transmiti-lo para outras. Os medicamentos também são capazes de diminuir a intensidade e a frequência dos surtos.

É importante ressaltar que a herpes não tem cura, mas é possível preveni-la. Saiba mais no próximo tópico!

Como prevenir a herpes simples

Agora que você já sabe o que é herpes, deve estar se perguntando como prevenir o contágio do vírus e o aparecimento das indesejáveis feridas aparentes, não é verdade?

A Sociedade Brasileira de Dermatologia relata que os cuidados com a higiene e a atenção aos hábitos diários podem ajudar a não pegar herpes, como, por exemplo:

  • só manter relação sexual com preservativo;
  • não beijar a boca de alguém com lesões;
  • não utilizar objetos íntimos de outras pessoas;
  • não tocar na pele de indivíduos com a doença na fase ativa.

Lisina

Para quem já tem herpes e quer evitar os surtos, estudos indicam que a lisina é capaz de atuar nessa função. Achados científicos têm associado esse aminoácido à prevenção da herpes simplex. Possivelmente, ele age melhorando o balanço de nutrientes, reduzindo o crescimento viral.

Gostou do conteúdo?

Agora você já sabe o que é herpes, assim como outras informações sobre o tema. Deixe sua opinião através de um comentário! Caso queira fazer sugestões ou tenha dúvidas, fique à vontade para comentar da mesma forma! Nossa equipe responsabilizada logo irá responder você!

 

Você também pode assistir o nosso vídeo do YouTube sobre o assunto:

Acompanhe o Blog da Ocean Drop para ficar por dentro de mais conteúdos sobre nutrição, saúde e bem-estar. Toda a semana são publicados novos artigos. Até a próxima!

Referências

Ficou com dúvida?

Tire suas dúvidas que iremos responder o mais rápido possível