O que é Microbiota? Descubra Tudo Sobre Sua Flora intestinal!

A microbiota intestinal é parte essencial do nosso corpo, embora essa afirmação possa parecer estranha para muitas pessoas, já que, simplificadamente, ela é resumida nos microrganismos que vivem em nosso trato gastrointestinal. No entanto, quando regulada, a flora pode oferecer diversos efeitos positivos à saúde.

Entre os benefícios de manter a microbiota saudável está a melhora da absorção de nutrientes e o estímulo do sistema imunológico. Por isso, evitar a disbiose, ou seja, a prevalência de uma quantidade superior de bactérias patogênicas do que boas, é fundamental. E como fazer isso? Siga lendo o artigo para descobrir!

Índice

  • O que é microbiota intestinal
  • Qual a diferença entre microbiota e flora intestinal
  • Benefícios da microbiota saudável
  • Sintomas de disbiose
  • Como manter a microbiota regulada

O que é microbiota intestinal

A microbiota intestinal se trata dos microrganismos que habitam dentro do nosso trato gastrointestinal, incluindo bactérias, vírus e fungos. Todavia, sabemos que esses seres são capazes de ocasionar doenças, mas é importante ressaltar que os que convivem conosco – em condições normais – não tem essa função.

Inclusive, atualmente se tem conhecimento de que as bactérias do intestino são relevantes para a vida e para o tratamento de algumas doenças. Contudo, para que a microbiota não cause malefícios à saúde, é essencial que esteja em simbiose – uma relação onde dois seres de espécies distintas saem ganhando.

As funções exercidas são tantas, que microbiota intestinal já é quase considerada um órgão. Um adulto porta, em média, mais de mil bactérias, ajudando a totalizar de 1 a 2 kg de seu peso. Ainda, a microbiota é caracterizada como uma identidade pessoal, já que nem todos microrganismos são comuns aos indivíduos.

Ela contém cerca de 100x mais genes, chamados de microbioma, do que o genoma humano! Olha que incrível! Esse é um dos principais motivos que nos leva a precisar falar sobre a saúde da microbiota!

Qual a diferença entre microbiota e flora intestinal

Mesmo ainda em uso, o termo flora intestinal não está corretamente empregado, mas, em teoria, tem o mesmo significado que microbiota intestinal. Essa mudança ocorreu porque, na verdade, flora é referente ao conjunto de espécies de plantas de uma região e, até 1866, as bactérias eram classificadas como plantas.

Após esse ano, as bactérias ganharam um reino próprio, chamado de reino Monera. No corpo humano, os integrantes do reino Monera desempenham diversas funções vitais e, assim, a presença da microbiota intestinal bem colonizada é essencial para uma vida saudável, como você verá mais no próximo tópico.

Benefícios da microbiota saudável

Primeiro, é importante deixar claro que uma microbiota intestinal saudável é aquela que apresenta maior quantidade de bactérias boas do que de bactérias patogênicas. Assim, há maior integridade da mucosa intestinal e diminuição do risco de prejuízos à saúde no geral. Ainda, entre os benefícios, destacam-se:

  • regulação do intestino;
  • prevenção de constipação e diarreia;
  • controle da proliferação de bactérias patogênicas presentes no trato intestinal;
  • imunomodulação;
  • melhora da absorção de nutrientes;
  • participação na síntese de vitaminas, incluindo vitamina K e biotina;
  • produção de componentes necessários para a renovação celular.

Caso contrário, é comum desenvolver disbiose – e logo você saberá quais são os sintomas desse problema!

Sintomas de disbiose

Um artigo de Revisão publicado na Revista Brasileira de Nutrição Clínica destacou que “entre as possíveis causas da disbiose estão a idade, o estresse, a disponibilidade de material fermentável, a má digestão, o tempo de trânsito intestinal, o pH intestinal e o estado imunológico do hospedeiro”.

A flora intestinal desregulada é o que caracteriza a disbiose. Para que você entenda melhor, ela é dominada por bactérias anaeróbicas e há 4 tipos de filos no microbioma: Bacteroidetes, Firmicutes, Proteobacteria e Actinobacteria. Assim, uma mudança nessa composição, pode causar problemas, como:

  • constipação;
  • diarreia;
  • flatulência;
  • distensão abdominal;
  • fadiga;
  • depressão;
  • mudanças de humor.

Como manter a microbiota regulada

O perfil da nossa microbiota é influenciado por múltiplos fatores, sendo definido por volta dos 2 anos de idade. No entanto, ao longo do tempo, ele pode ser impactado negativamente, principalmente por motivos relacionados à alimentação, como ingestão excessiva de:

  • alimentos industrializados;
  • carboidratos refinados;
  • açúcares simples;
  • gorduras saturadas.

Por outro lado, para manter a microbiota saudável, é importante ficar longe de tudo citado anteriormente e, além disso, seguir as dicas para alterar positivamente a composição da microbiota intestinal:

  • evitar o estresse;
  • ter uma alimentação balanceada;
  • consumir alimentos ricos em fibras, pois eles atuam como prebióticos;
  • beber bastante água;
  • consumir alimentos probióticos.

Não sabe a diferença entre alimentos prebióticos e probióticos?

Leia o conteúdo: Você sabe o que são Alimentos Prebióticos? E a Diferença entre Prebiótico e Probiótico?

Entendeu a importância da sua microbiota intestinal?

Inscreva-se aqui e faça parte das primeiras pessoas a descobrirem as incríveis novidades da Ocean Drop! 

Deixe sua opinião através de um comentário! Caso queira fazer sugestões ou tenha dúvidas, fique à vontade para comentar da mesma forma! Nossa equipe responsabilizada irá responder!

Acompanhe o Blog da Ocean Drop para ficar por dentro de mais conteúdos sobre nutrição, saúde e bem-estar. Toda a semana são publicados novos artigos. Até a próxima!

Referências