saúde mental: capa

Muito tem se falado sobre manter a imunidade em alta durante o momento em que estamos vivendo e, de fato, isso é muito importante. No entanto, a saúde mental não deixa de ocupar espaço prioritário também.

Antes mesmo do Covid-19, a Organização Mundial da Saúde (OMS) já apontava o Brasil como o país mais ansioso do mundo. E agora, após todas mudanças em nossas vidas, como fica o nosso estado emocional?

A adaptação é muito significativa para continuarmos bem! Este artigo tem como objetivo recomendar dicas valiosas para preservar a sua saúde mental durante a pandemia. Para descobri-las, fique ligado na leitura!

7 dicas para manter a saúde mental em dia

1. Evite o excesso de informações

Não devemos ficar de fora do que acontece no mundo – e essa dica não se trata disso. No entanto, afastarmo-nos um pouco das notícias que nos bombardeiam todos os dias sobre a pandemia e seus efeitos, incluindo mortes e lojas fechando, faz bem – e muito. 

Você sabia que o excesso de informações é uma das causas do aumento de ansiedade e estresse no século atual? Ao mesmo tempo que a internet e os smartphones possibilitaram o maior acesso ao conhecimento, paradoxalmente, podem levar o cérebro a um nível de exaustão imenso.

É claro que todos precisamos estar bem informados, porém, é necessário também aliviar a mente para se preservar um pouco e não ficar obcecado. Além disso, sempre devemos tomar cuidado com informações falsas, ou seja, com as famosas fake news, fechado?!

2. Crie uma rotina mesmo em casa

Não é porque estamos mais tempo em casa que precisamos ficar o dia inteiro de pijama, realizando as refeições, assim como as demais atividades diárias, fora do horário “normal”. Seguir uma rotina é muito importante para manter-se estimulado e com a saúde mental em dia. 

Quem está em home office precisa ter muito foco e responsabilidade para continuar produzindo e não ultrapassar a carga horária. Se for o seu caso, permaneça acordando cedo e saiba a hora de parar. Ainda, reserve um cantinho especial para trabalhar – com certeza ajudará bastante.

A rotina de autocuidado também não deve ser negligenciada por não estarmos saindo. Ela é benéfica para nos mimarmos um pouco e mantermos a auto-estima em dia, estando diretamente ligada ao bem estar. Portanto, aproveite o tempinho livre para cuidar mais de você!

3. Mantenha contato com as pessoas que gosta através da internet

Como mencionado, a internet e os smartphones podem ser prejudiciais – se forem utilizados de forma incorreta. Ter momentos com pessoas queridas, mesmo em isolamento social, ainda é possível através desses dois meios de comunicação. Incrível, não é mesmo?!

A falta de contato pode ser muito solitária e, caso esteja se sentindo assim ou conheça alguém passando por essa situação, ligue ou faça uma chamada de vídeo. A empatia nessa hora também é muito importante e devemos estar mais “juntos” do que nunca.

A tecnologia hoje é maravilhosa para nos aproximar daqueles que estão distantes e existem diversas redes sociais para isso. Mantenha a comunicação com os seus pais, avós, amigos, primos, tios, tias, enfim… Você não está sozinho e nem eles precisam se sentir dessa forma.

4. Procure colocar em prática algo que lhe dê prazer

É muito saudável ter alguma atividade de lazer e, se você costumava realizar a maior parte das suas fora de casa, saiba que existem muitas formas de manter o tempo dedicado a algo que gosta mesmo sem sair. E o melhor, agora você tem maior disponibilidade para descobrir e botar em prática isso.

Ler é uma ótima opção e você pode fazer a leitura de diferentes estilos de livros até encontrar os que realmente aprecia e irão se tornar uma forma de lazer. Não sinta-se culpado(a) se quiser largar um livro que já absorveu o que queria e não está sendo mais prazeroso.

Além disso, com certeza agora é o momento ideal para investir em hobbies de pintura, desenho, escrita, costura ou cozinha, por exemplo. Assistir filmes, séries e documentários também é interessante para passar o tempo e aprimorar o conhecimento sobre assuntos gerais.

5. Mantenha uma alimentação equilibrada

Comer de maneira saudável não tem a ver apenas com a manutenção de uma boa forma, mas com o bem estar mental e físico também. Por isso, opte por um cardápio variado e equilibrado, adequado em macronutrientes e micronutrientes.

Alguns alimentos contêm vitaminas e minerais benéficos para a saúde mental, pois tem capacidade de melhorar sintomas psiquiátricos. Um exemplo é o magnésio, que participa de mais de 300 reações no organismo humano e possui diversos estudos a respeito disso.

Uma pesquisa publicada na revista Australian & New Zealand Journal of Psychiatry realizada com uma amostra de 5.708 indivíduos, observou uma correlação inversa entre o consumo de magnésio e os estados de ansiedade e depressão.

6. Pratique exercícios físicos

Você sabia que colocar o corpo em movimento com regularidade contribui com a saúde emocional também? Sim! Aquela conhecida expressão “mente sã, corpo são” é certeira e faz todo o sentido para a situação atual que estamos vivendo.

Mesmo com as recomendações para nos mantermos dentro de casa, evitando esportes em academias, praias e praças, por exemplo, existem diversos exercícios que podemos fazer no conforto da nossa casa. Para facilitar, há opções de aplicativos e vídeo aulas de treinos que servem como guia.

Separe, pelo menos, 30 minutos do seu dia para se exercitar e liberar hormônios relacionados ao bem estar, como serotonina e endorfina. Você vai notar melhora na qualidade do seu sono, maior produtividade e rendimento em todos os aspectos.

7. Confie que o momento atual é só uma fase e passará

Por mais que a pandemia esteja afetando as mais diversas áreas da nossa vida, incluindo a nossa saúde mental, é preciso trabalhar a ideia de que este é um período delicado pelo qual todos nós precisamos passar. Quando tudo acabar, retornaremos às nossas atividades normais e estaremos mais conscientes. 

Manter a é muito importante e independe de crenças e religiões. Está ligado com a forma como nos relacionamos com o mundo e com as pessoas ao nosso redor, acreditando na vida e em algo que tenha significado.

Não quer dizer que devemos estar bem sempre, inclusive, essa falsa imagem é chamada de “positividade tóxica” atualmente. O equilíbrio é necessário e passaremos por períodos de altos e baixos, mas a fé ajuda a lembrar que existe luz no fundo do túnel. 

Gostou do conteúdo?

Siga acompanhando o nosso blog para ficar por dentro de mais assuntos sobre saúde, bem estar e qualidade de vida!

É importante lembrar que psicólogos e psiquiatras são os profissionais indicados para cuidar da saúde mental. Caso sinta necessidade, eles poderão ajudar a organizar a sua vida e a administrar suas emoções.

A Ocean Drop é a única empresa no Brasil especialista em superalimentos com algas e microalgas.

Para conhecer o nosso portfólio exclusivo, entre em nosso site!